quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Cenário 22/01/2020

O governo chinês informou na manhã desta quarta-feira, 22 (pelo horário local), que o número de pessoas afetadas pelo coronavírus chegou a 440 e que a epidemia já provocou nove mortes.

O vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde do país, Li Bin, disse que todas as mortes ocorreram na província de Hubei, na região central da China. Foi lá que os primeiros casos de coronavírus começaram a ser registrados, ainda em dezembro.

A Antofagasta informou nesta quarta-feira que 2019 foi um bom ano do ponto de vista operacional, com produção recorde de cobre que ficou no teto de sua faixa prevista.

A mineradora chilena produziu 770 mil toneladas de cobre no ano passado, ante 725,3 mil toneladas em 2018, graças aos bons resultados das minas de Los Pelambres, Centinela e Zaldivar.

Apenas no quarto trimestre de 2019, porém, a produção da Antofagasta recuou 5,8% ante os três meses anteriores, a 185,5 mil toneladas, em parte por causa da série de manifestações ocorrida no Chile.

Para 2020, a mineradora reiterou sua meta de produzir entre 725 mil e 755 mil toneladas de cobre. 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que os aumentos de juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano) foram um "grande erro". Segundo Trump, o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA estaria crescendo a um ritmo mais próximo de 4% se não fossem pelos efeitos persistentes das ações do Fed. Em entrevista à CNBC, Trump disse ainda que a União Europeia não vai ter outra opção além de negociar um novo acordo comercial com os EUA.
O secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, disse hoje que não há prazos para que os EUA fechem a segunda fase de um acordo comercial com a China.

Segundo Mnuchin, a chamada "fase 2" poderá ser concluída antes ou depois da eleição presidencial americana, marcada para novembro, e o foco agora é implementar o acordo comercial de "fase 1" - assinado no último dia 15 - nos próximos 30 dias.

Mnuchin disse ainda que a prioridade dos EUA em 2020 é fechar um acordo comercial com o Reino Unido.

Mnuchin falou durante o painel "O futuro dos mercados financeiros", no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

A Petrobras informou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) solicitou junto à CVM o registro de
oferta pública de distribuição secundária de, inicialmente, 611.835.583 ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal de emissão da companhia que serão ofertadas simultaneamente no Brasil e no exterior, sob a forma de American Depositary Shares (ADS). Cada ADS é representativo de duas ações.

A quantidade total das ações inicialmente ofertadas, incluindo sob a forma de ADS, poderá ser acrescida em até 20%, ou seja, até 122.367.116 ações. Pelo fechamento das ações ON de ontem (R$ 31,02), o valor pode chegar a R$ 22,7 bilhões.

Ontem à noite, a Petrobras já tinha atualizado o prospecto para a realização de sua oferta subsequente (follow on) na Securities and Exchange Commission (SEC) com tais informações.

O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento (Bookbuilding), em 5 de fevereiro. Segundo a petrolífera, o preço será aferido tendo como parâmetro a cotação das ações ordinárias de emissão da companhia na B3; cotação dos ADSs na NYSE e o resultado do Procedimento de Bookbuilding. No âmbito da Oferta Internacional, o preço por ação sob a forma de ADS será equivalente ao preço por ação convertido para dólares norte-americanos (US$), com base na taxa de câmbio de venda dessa moeda (PTAX).

O Citi espera que a incerteza acerca do crescimento da economia brasileira se dissipe em breve, com inflação abaixo da meta em 2020 e melhor desempenho da economia no País. Em relatório, o banco reforça a projeção de alta de 2,2% para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano, o que pode "aproximar agências de rating (Fitch e S&P) de um upgrade [na nota do País]" já no primeiro semestre do ano.

No entanto, o impacto de uma mudança nos preços de ativos brasileiros deve ser "provavelmente não significativo", segundo o Citi, já que a medida de risco de crédito brasileira já opera a cerca de 100 pontos-base, patamar considerado "consistente com um rating BB+" pelo banco.

Segundo o Citi, em termos anualizados, o crescimento do PIB passou de 1,3% em 2017 e 2018 para cerca de 2,5% no terceiro trimestre do ano passado, possivelmente puxado pela liberação do FGTS. A expectativa é ver um desempenho próximo a este em 2020, puxado por avanços na demanda doméstica (1,8% para 2,9%), sobretudo com o consumo (2,0% para 3,0%) e investimentos (3,5% para 6,5%).

Junto a este cenário, o Citi destaca que a inflação deve permanecer abaixo do centro da meta neste ano, a 3,8%. O comportamento dos núcleos em dezembro, com alta de 0,4% ante a inflação de 1,15%, sugere que a contaminação do choque de preços das carnes bovinas foi limitada. O banco também não vê pressões inflacionárias ao longo do ano.

O Indicador de Atividade do Comércio da Serasa Experian apresentou aumento de 2,0% de janeiro a dezembro de 2019 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Essa expansão é menos intensa do que a observada em 2018, de 3,3%. No ano passado, a expansão foi impulsionada pelo setor de veículos, motos e peças, que teve alta de 8,4%, e pelo segmento de material de construção, que mostrou acréscimo de 4,6%.

Em dezembro ante novembro, o indicador teve queda de 0,1%, enquanto na comparação com o mesmo mês do ano anterior o avanço foi de 3,9%, com destaque para o crescimento de 6,8% de Tecidos, Vestuário, Calçados e Acessórios, o que a Serasa relaciona com a maior renda disponível no período por causa do 13º salário e da liberação do FGTS.

Um levantamento da Serasa mostra ainda que as vendas na semana do Natal (18 a 24 de dezembro) tiveram alta de 4,1% quando comparadas com o mesmo período de 2018. Esse é o segundo maior aumento desde 2014, ficando atrás de 2017. Em São Paulo, o crescimento das vendas na semana do Natal foi de 4,7%.

O gráfico diário do IBOV mostra uma configuração complexa e desafiadora, com sinais antagônicos e erráticos.

Existe uma tendência de alta franca e plena, porém é evidente o rompimento falso de 118.790.

Ontem ocorreu a perda de 117.705 e da média móvel de 5 períodos como suportes.

Tracei uma linha curta e reforçada em azul, que poderá segurar o preço, sendo uma espécie de trincheira entre ursos e touros antes da média móvel de 21 períodos.


Um ótimo pregão.

Bons negócios!

Wagner Caetano, para o Cartezyan
Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário