quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Cenário 07/10/2019

Autoridades da China estão relutantes em buscar um amplo acordo comercial com os Estados Unidos em negociações que deverão ser retomadas em Washington na quinta-feira (10), segundo fontes com conhecimento do assunto. O vice-premiê chinês Liu He, que liderará a delegação de Pequim nas discussões, afirmou a dignitários que sua oferta para os EUA não incluirá compromissos de reformar a política industrial chinesa ou subsídios do governo, dois pontos que têm sido alvos de reclamações da Casa Branca. 

O volume de novas encomendas à indústria da Alemanha recuou 0,6% em agosto em relação a julho deste ano, segundo dados ajustados publicados pela agência de estatísticas alemã Destatis nesta segunda-feira. A leitura frustrou expectativas de economistas ouvidos pelo The Wall Street Journal, que previam leve alta de 0,2%.

O resultado se deveu às encomendas domésticas, que sofreram queda de 2,6% em agosto ante julho. As encomendas externas, por outro lado, cresceram 0,9% no mesmo período.

Na comparação anual, as encomendas diminuíram 6,7% em agosto. A baixa foi mais acentuada do que em julho, quando o recuo havia sido de 5,0% ante o mesmo período do ano passado (revisada de 5,6% na publicação anterior).

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, está fazendo ligações telefônicas a outros líderes europeus numa tentativa de superar a oposição a sua última proposta de Brexit.

A União Europeia respondeu com frieza ao plano britânico, apresentado na semana passada, para manter a fronteira irlandesa aberta depois que o Reino Unido sair do bloco formado por 28 países. Ambos os lados concordam que não deve haver inspeções ou infraestrutura ao longo da fronteira entre a Irlanda, que faz parte da UE, e a Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido. Pelo plano de Johnson, haveria inspeções alfandegárias, mas apenas longe da fronteira.

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse que vai decidir até o fim desta semana se um acordo amigável de Brexit é possível.

Johnson tem insistido que a UE feche um compromisso e promete que o Reino Unido deixará a UE na data-limite de 31 de outubro, "com ou sem acordo" de Brexit.

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica da economia) no fim de 2019. O Relatório de Mercado Focus trouxe hoje que a mediana das previsões para a Selic este ano seguiu em 4,75% ao ano. Há um mês, estava em 5,00%. Já a projeção para a Selic no fim de 2020 permaneceu em 5,00% ao ano, ante 5,25% de quatro semanas atrás.

No caso de 2021, a projeção permaneceu em 6,50%, ante 7,00% de um mês antes. A projeção para a Selic no fim de 2022 permaneceu em 7,00%, mesmo porcentual de quatro semanas antes.

Em setembro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC cortou a Selic em 0,50 ponto porcentual, de 6,00% para 5,50% ao ano. Foi o segundo corte consecutivo da taxa básica. No comunicado sobre a decisão, o BC avaliou que o cenário externo, apesar de incerto, está favorável para países emergentes. Além disso, reconheceu avanços nas reformas econômicas e divulgou projeções comportadas de inflação para 2019 e 2020. Neste contexto, a instituição também indicou que pode promover novos cortes na Selic. Estas mensagens foram reforçadas pela ata do encontro e pelo Relatório Trimestral de Inflação (RTI).

No grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções (Top 5) de médio prazo, a mediana da taxa básica em 2019 permaneceu em 4,75% ao ano, ante 5,00% de um mês antes. No caso de 2020, seguiu em 4,50% ao ano, ante 5,00% de quatro semanas atrás.

A projeção para o fim de 2021 no Top 5 permaneceu em 6,50%. Há um mês, estava no mesmo patamar. Para 2022, a projeção do Top 5 seguiu em 6,50% ao ano, igual a um mês antes.

O gráfico diário do IBOV traz consigo uma martelo clássico, seguido por um acionamento pujante, sem vacilar, adentrando as bandas de bollinger com volume razoável.

Um movimento até a média móvel de 21 períodos seria um simples repique, o famoso voo de galinha.

Se esse voo supra citado limitar-se à média móvel de 5 períodos, a linha verde pouco abaixo da vermelha, será oportunidade para as garras dos ursos.

A prova dos nove, como se dizia na minha época de ginásio (os mais novos nem conhecem essa nomenclatura) será até que ponto, do candle de sexta-feira, a correção de hoje se estenderá.

Uma excelente semana.



Bons negócios!

Wagner Caetano, para o Cartezyan
Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário