sexta-feira, 19 de julho de 2019

CENÁRIO 19/07/2019


Os mercados acionários asiáticos encerraram o pregão desta sexta-feira em alta à medida que os agentes se viram motivados a ir às compras diante da possibilidade de uma postura mais agressiva pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano) quanto a uma redução nas taxas de juros neste mês.

A especulação entre os investidores ganhou força ainda na quinta-feira, quando o presidente da distrital de Nova York do Fed, John Williams, defendeu a necessidade de uma ação rápida na política monetária diante de sinais de "aflição" na economia. Considerado um dos dirigentes mais influentes do banco central, Williams disse que o cenário "desafiador" para os formuladores de políticas indica que é preciso tomar "medidas rápidas quando confrontado com condições econômicas adversas". O viés "dovish" de Williams tentou ser desfeito pelo Fed de Nova York. Em comunicado, a distrital apontou que o dirigente fez um "discurso acadêmico", e não falou sobre uma eventual ação do banco central.

Os comentários de Williams fizeram com que as apostas de um corte de 50 pontos-base nos juros passassem a ser majoritárias. Após o recuo do Fed de Nova York, a possibilidade de uma redução de 25 pontos-base voltou a ser majoritária. Vice-presidente do Fed, Richard Clarida não foi tão enfático quanto Williams, mas manteve abertas as portas para cortes nos juros em duas semanas. Para ele, o trabalho do Fed é tomar medidas preventivas antes que os indicadores econômicos fiquem muito ruins.

Na Bolsa de Tóquio, os investidores, além do viés "dovish" do Fed, também operaram na expectativa das eleições do Japão no próximo domingo, quando serão eleitos 124 dos 245 membros da Câmara dos Conselheiros, a Câmara alta do Legislativo japonês. Por lá, o índice Nikkei fechou em alta de 2,00%, a 21.466,99 pontos. Já na Bolsa de Sydney, o australiano S&P/ASX 200 subiu 0,77%, para 6.700,30 pontos.

Em solo chinês, ainda repercutiu entre os agentes a conversa por teleconferência entre o vice-primeiro-ministro da China Liu He, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, e o representante comercial americano, Robert Lighthizer. Por lá, o Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) conduziu a maior injeção de liquidez no sistema financeiro ao injetar 471,5 bilhões de yuans por meio de recompras reversas. O índice Xangai Composto fechou em alta de 0,79%, cotado a 2.924,20 pontos. Já o menos abrangente Shenzen Composto subiu 0,8%, para 1.560,27 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng avançou 1,07%, para 28.765,40 pontos.

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da Alemanha recuou 0,4% na passagem de maio para junho e registrou alta de 1,2% na comparação anual, de acordo com dados publicados nesta sexta-feira pela agência de estatísticas do país, a Destatis. O resultado ficou abaixo das expectativas de analistas consultados pela Trading Economics, que projetavam avanço de 1,4% do indicador na base anual em junho.

Com os números do mês passado, o PPI alemão apresentou forte desaceleração em relação aos dados de maio, quando a inflação ao produtor subiu 1,9% na base anual. Assim, o indicador atingiu o seu menor nível desde dezembro de 2016. Excluindo-se custos de energia, que podem mostrar volatilidade, o PPI alemão desacelerou de 1,1% em maio para 0,9% na comparação anual de junho.

A ação do ressegurador IRB Brasil Re em sua oferta subsequente (follow on) saiu a R$ 88,00. O valor, confirmado há pouco em fato relevante, foi antecipado pela Coluna Broadcast, que também traz a informação de que foi uma reprecificação, pois segundo fontes estava em R$ 90,00 na noite de ontem. O total ficou em R$ 7,39 bilhões.

A ação do ressegurador IRB Brasil Re em sua oferta subsequente (follow on) saiu a R$ 88,00. O valor, confirmado há pouco em fato relevante, foi antecipado pela Coluna Broadcast, que também traz a informação de que foi uma reprecificação, pois segundo fontes estava em R$ 90,00 na noite de ontem. O total ficou em R$ 7,39 bilhões.

O Banco Inter anuncia oferta pública de distribuição primária, com esforços restritos de colocação, de certificados de depósitos de ações (units). Cada unit é representada por uma ação ordinária e duas preferenciais - o banco explica, em fato relevante, que o preço por ação na oferta será correspondente a um terço do preço por unit. As units começam a ser negociadas nesta sexta-feira, 19, na B3.

A agenda de indicadores e eventos de sexta-feira (19) traz os discursos de dirigentes do Federal Reserve em eventos nos Estados Unidos, além de indicadores econômicos no país, como o sentimento do consumidor. No Brasil, o presidente Jair Bolsonaro participa de eventos comemorativos em Brasília.

O gráfico diário do IBOV mostra a formação de um suposto fundo aos 103.360.

Vale destacar que, as máximas das três últimas sessões foi rompida, em fechamento, com bom volume.

Houve aproximação entre médias e preços e por pouco a linha de tendência de alta, riscada em azul, a qual guia os negócios desde maio, não foi testada.

O pregão dessa sexta-feira será essencial, decisivo e nevrálgico, pois temos sinal de topo no semanal e de fundo no diário.

Quem vencerá?

Bons negócios e um ótimo final de semana!


Wagner Caetano, para o Cartezyan
Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário