quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

IBOV toma fôlego enquanto o mundo espera EUA-China


Bom dia, investidor!

Mercados asiáticos otimistas com sinais de Trump; IBOV de lado mantém inclinação altista >>> LEIA MAIS >>>

As bolsas asiáticas fecharam em alta generalizada, favorecidas pelo otimismo de investidores de que Estados Unidos e China tenham avançado nas discussões comerciais dos últimos dias em Pequim.

As conversas entre negociadores americanos e chineses foram concluídas na madrugada desta quarta-feira, um dia depois do previsto, e um comunicado sobre o assunto será divulgado em breve, segundo o Ministério de Relações Exteriores chinês.

O presidente dos EUA, Donald Trump, estaria "ansioso" para fechar um acordo comercial com a China de forma a ajudar a sustentar os mercados financeiros, que tiveram fortes perdas recentes em meio às tensões comerciais entre Washington e Pequim, de acordo com a Bloomberg, que citou fontes da Casa Branca. Ontem, Trump tuitou que as discussões estavam "indo muito bem".

Entre os mercados chineses, o Xangai Composto subiu 0,71% hoje, a 2.544,34 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,54%, a 1.306,95 pontos. Notícia de que a China planejar adotar medidas para estimular o consumo de automóveis e de eletrodomésticos impulsionou ações desses setores.

Em Tóquio, o japonês Nikkei teve um terceiro dia de sólidos ganhos, com alta de 1,10%, a 20.427,06 pontos.

 A Alemanha teve superávit comercial de 19 bilhões de euros em novembro de 2018, segundo dados com ajustes sazonais publicados hoje pela agência de estatísticas do país, a Destatis. Desconsiderando-se ajustes, o saldo positivo na balança comercial alemã foi de 20,5 bilhões de euros em novembro.

No cálculo ajustado, as exportações alemãs caíram 0,4% em novembro ante outubro, enquanto as importações tiveram queda maior, de 1,6%, informou a Destatis. 

O governo deve enviar ao Congresso em fevereiro uma proposta de reforma da Previdência mais robusta, com alterações sobre o atual regime das aposentadorias, mas também com a criação de um novo modelo capitalização para os trabalhadores que ainda entrarão no mercado de trabalho. Após quase 2h30 de reunião, os ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e da Economia, Paulo Guedes, sinalizaram que a visão da equipe econômica de uma reforma mais duradoura deve prevalecer na versão que será apresentada ao presidente Jair Bolsonaro na próxima semana.

"O nosso objetivo é que não seja necessário falar sobre reforma da Previdência pelos próximos 20 anos", disse Onyx ao deixar o Ministério da Economia. Já Paulo Guedes chegou a falar em um novo regime trabalhista e previdenciário. Os ministros, no entanto, não entraram em detalhes sobre as regras para idade mínima e para o período de transição para quem já está mais próximo de se aposentar. Questionado se a regra de transição será mais dura que a proposta do governo de Michel Temer, o ministro disse apenas que terá a "mesma profundidade".

Guedes afirmou ainda que a criação do regime de capitalização constará no mesmo texto que será enviado em fevereiro. Segundo ele, não haverá "fatiamento" no sentido de encaminhar mais de uma proposição ao Congresso Nacional - o que aumentaria o custo político de negociar várias votações com os parlamentares. O ministro Onyx também disse que tudo será tratado "no mesmo texto".

Guedes confirmou que a medida provisória antifraudes em benefícios previdenciários e assistenciais será enviada nesta quarta-feira para Bolsonaro. O ministro voltou a dizer que o efeito fiscal da medida deve ficar entre R$ 17 bilhões e R$ 20 bilhões por ano.

Clique para ampliar

O gráfico diário do IBOV passa por uma espécie de correção no tempo, operando sem alteração da inclinação altista, porém sem grandes altas.

As correções têm ocorrido no intraday.

Ontem, por exemplo, respeitou a média móvel de 5 períodos como suporte, além de fechar acima do topo anterior (91.240) mais uma vez.

Isso deve sustentar um pregão positivo para hoje, uma vez que o exterior tem alta moderada, porém generalizada e o mercado futuro opera com ganhos.



Bons negócios!

Wagner Caetano, para o Cartezyan
Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário