segunda-feira, 12 de novembro de 2018

IBOV recupera forte na sexta


Bom dia, investidor!

IBOV recupera 1.200 pontos no final do pregão, deixando grande expectativa para hoje >>> LEIA MAIS >>>

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta marginal nesta segunda-feira, mas as chinesas exibiram desempenho mais forte, graças principalmente a ações de pequenas empresas.

Na China, o índice Shenzhen Composto, que é formado em boa parte por startups com menor valor de mercado, subiu 2,53% hoje, a 1.361,74 pontos, atingindo o maior patamar desde o início de outubro. Já o Xangai Composto, principal índice acionário do país, seguiu o tom positivo e avançou 1,22%, a 2.630,52 pontos.

Nas últimas semanas, autoridades em Pequim vêm prometendo oferecer maior ajuda a pequenas empresas do setor privado. Foi o que fez também o Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) em seu relatório trimestral sobre política monetária, divulgado no fim da semana passada. Também no documento, o PBoC sugeriu que estaria mais disposto a adotar fortes medidas de estímulos, se necessário.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei teve alta de 0,09% em Tóquio, a 22.269,88 pontos, sustentado pela fraqueza do iene em relação ao dólar ao longo da madrugada, enquanto o Hang Seng subiu 0,12% em Hong Kong após um pregão de volatilidade, a 25.633,18 pontos, e o Taiex mostrou ligeiro ganho de 0,01% em Taiwan, a 9.831,21 pontos.

Investidores na Ásia continuam atentos a possíveis desdobramentos da disputa comercial entre EUA e China, que não mostraram sinais de avanço concreto nas últimas semanas, e acompanham também as cotações do petróleo, que hoje exibem sólida recuperação e apagam parte de fortes perdas recentes, após indicações de que a Arábia Saudita planeja cortar sua oferta em dezembro.

Futuro ministro da Justiça no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, o juiz Sérgio Moro afirmou que foi procurado pelo economista Paulo Guedes no dia 23 de outubro, cinco dias antes do segundo turno, quando foi sondado para o cargo. Moro disse ter ficado "tentado" com o possibilidade de ser ministro da Justiça na conversa com Guedes, mas que a decisão só foi tomada após o segundo turno, no dia 1º de novembro, em visita a Bolsonaro no Rio de Janeiro. "Há uma grande expectativa, espero corresponder", afirmou Moro, em entrevista ao Fantástico, da TV Globo, exibida na noite deste domingo, 11.

O juiz negou que haja conflito de interesse entre a atividade que exercerá e a de juiz na Operação Lava Jato, que investiga crimes de corrupção contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista foi impedido de disputar o pleito por causa da condenação no caso do triplex do Guarujá (SP), sentenciada em primeira instância por Moro. "A questão de Lula não pertence mais a mim, mas às cortes de Justiça", afirmou.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,40% na primeira quadrissemana de novembro, perdendo força em relação ao avanço de 0,48% verificado em outubro, segundo pesquisa divulgada hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

A alta mais contida do IPC-Fipe se deve a dois componentes de peso do índice: Alimentação e Transportes. Os preços de Alimentação subiram 0,86% na primeira leitura de novembro, depois de mostrarem ganho de 1,21% em outubro. E os custos de Transportes aumentaram 0,45%, ante acréscimo de 0,54% no mês passado.

Já em Habitação, os custos avançaram 0,16%, repetindo a variação de outubro. Entre outros itens, houve aceleração nos preços: Despesas Pessoais (de 0,22% em outubro para 0,24% na primeira quadrissemana de novembro); Saúde (de 0,36% para 0,52%); Vestuário (de 0,06% para 0,14%); e Educação (de 0,04% para 0,06%).

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) este ano permaneceu em 1,36%, conforme o Relatório de Mercado Focus, divulgado há pouco. Há quatro semanas, a estimativa era de crescimento de 1,34%. Para 2019, o mercado manteve a previsão de alta do PIB em 2,50%, igual ao visto um mês antes.

Em setembro, o BC havia reduzido sua projeção para o PIB em 2018, de 1,6% para 1,4%. Além disso, a instituição anunciou pela primeira vez sua projeção para o PIB em 2019, de alta de 2,4%. Essas atualizações foram feitas por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI).

No relatório Focus de hoje, a projeção para a produção industrial de 2018 seguiu em 2,22%. Há um mês, estava em 2,67%. No caso de 2019, a estimativa de crescimento da produção industrial foi de 3,24% para 3,04%, ante 3,00% de quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2018 passou de 53,90% para 54,00%. Há um mês, estava em 54,20%. Para 2019, a expectativa passou de 56,40% para 56,45%, ante os 57,80% de um mês atrás. 

Clique para ampliar

O gráfico diário do IBOV mostra a formação de uma considerável sombra inferior no pregão da última sexta-feira (09), resultado de uma recuperação de 1.200 pontos em 30 minutos.

O fechamento foi acima da média móvel de 21 períodos, o que reforça o sinal.

Assim sendo, a sessão dessa segunda-feira será essencial para a leitura da consistência desse movimento.

Uma sessão de baixa, que negasse a recuperação seria um frustração aos comprados.

Caso tenhamos uma leve correção, poderia ser um indício de pausa e acumulação para a continuidade da alta.




Bons negócios!


Wagner Caetano, para o Cartezyan

Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário