quarta-feira, 24 de outubro de 2018

IBOV só se define com eleição


Bom dia, investidor!

Estrangeiros vendidos e institucionais comprados definem IBOV >>> LEIA MAIS >>>

Após a forte queda de ontem, as bolsas asiáticas fecharam sem direção única e com variações moderadas nesta quarta-feira enquanto investidores ponderam uma série de riscos econômicos e geopolíticos.

Na China, o índice Xangai Composto subiu 0,33% hoje, a 2.603,30 pontos, apagando apenas uma fração do tombo de 2,3% do pregão anterior, ajudado por ações de bancos e de outras empresas com elevado valor de mercado. Já o menos abrangente Shenzhen Composto, que é formado em boa parte por startups de tecnologia, caiu 0,24%, a 1.297,22 pontos.

Nas sessões mais recentes, os mercados chineses tiveram flutuações extremas, para cima ou para baixo, às vezes influenciados por expectativas de mais medidas de estímulos de Pequim e outras por temores relacionados à desaceleração da segunda maior economia do mundo.

Em outras partes da Ásia, o japonês Nikkei avançou 0,37% em Tóquio, a 22.091,18 pontos, impulsionado por ações de varejistas, mas o Hang Seng cedeu 0,38% em Hong Kong, a 25.249,78 pontos, o Taiex registrou baixa de 0,16% em Taiwan, a 9.759,40 pontos, e o sul-coreano Kospi recuou 0,40% em Seul, a 2.097,58 pontos. Ainda que modestas, as quedas levaram o Hang Seng, o Taiex e o Kospi a seus menores níveis em 17, 18 e 19 meses, respectivamente.

Além de preocupações com o desempenho econômico da China, continuam no radar o impasse orçamentário da Itália, as dificuldades do Reino Unido de fechar um acordo para o Brexit - como é conhecido o processo para a retirada do país da União Europeia - e o isolamento da Arábia Saudita após a recente morte de um jornalista dissidente saudita na Turquia.

Os contratos futuros de cobre operam em território positivo neta quarta-feira, recuperando-se em parte das quedas de ontem, quando preocupações com a trajetória econômica da China e a fraqueza dos mercados acionários influíram negativamente. A retomada do metal, porém, era contida pela força do dólar.

O cobre para três meses subia 0,30%, a US$ 6.204 a tonelada, na London Metal Exchange (LME), às 9h10 (de Brasília). O cobre para dezembro avançava 0,38%, a US$ 2,7685 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Entre outros metais básicos negociados na LME, o alumínio subia 0,1%, a US$ 2.005 a tonelada, o zinco avançava 1,05%, a US$ 2,694 a tonelada, o estanho tinha ganho de 0,52%, a US$ 19.350 a tonelada, o níquel operava estável, a US$ 12.935 a tonelada, e o chumbo subia 0,6%, a US$ 2.015,50 a tonelada. 

Apesar de o candidato Jair Bolsonaro (PSL) continuar como favorito nas intenções de voto para o segundo turno da campanha presidencial, o desempenho do presidenciável do PT, Fernando Haddad, melhorou em meio ao eleitorado evangélico, conforme pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada ontem.

Na última semana, Haddad intensificou sua campanha entre evangélicos e fez uma série de acenos ao segmento com o discurso de que a campanha do adversário dissemina notícias falsas sobre ele em temas sensíveis aos cristãos. O petista se reuniu com pastores, fez uma carta de compromisso em defesa da vida e da família, aumentou as citações a Deus em seus discursos e ainda mudou seu programa de governo em pontos que falam sobre drogas e público LBGT.

Na pesquisa, Bolsonaro tem 57% das intenções de votos válidos e Haddad aparece 43%. Entre os evangélicos, Bolsonaro caiu de 74% para 68% e Haddad subiu de 26% para 32%. O cenário desconsidera votos brancos, nulos e indecisos.

O porcentual de evangélicos que dizem não votar de jeito nenhum em Fernando Haddad caiu de 60% para 48%. Já o índice desse eleitorado que declara voto convicto no petista subiu de 16% para 22%. A rejeição de evangélicos ao candidato do PSL, por sua vez, aumentou de 23% para 29% e a convicção de votar nele caiu de 55% para 43% no segmento.

A pesquisa foi realizada dos dias 21 a 23 de outubro de 2018 com 3.010 votantes. A margem de erro estimada é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A pesquisa foi contratada pelo jornal O Estado de S.Paulo e pela TV Globo e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-07272/2018. 

A Weg, fabricante de motores e tintas e vernizes, encerrou o terceiro trimestre com alta de 22,2% no lucro líquido, para R$ 381,430 milhões, em comparação com o mesmo perído do ano passado. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também subiu, 25,9%, para R$ 489,022 milhões, porém a margem ficou em 15,1%, abaixo da registrada um ano antes, de 16,0%. Em relatório da administração que acompanha o informe de resultados, a companhia explica a queda pelos impactos da aquisição da WEG Transformers USA, o crescimento rápido dos novos negócios - como geração solar, com característica de margens operacionais mais baixas - e ainda volatilidade cambial nos custos de materiais.

A Fibria registrou lucro líquido de R$ 1,130 bilhão no segundo trimestre de 2018, 52% superior aos R$ 743 milhões informados um ano antes. No segundo trimestre, entretanto, a companhia obteve prejuízo líquido de R$ 210 milhões.

No período, a companhia reportou Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado recorde de R$ 3,269 bilhões, elevação de 160% em um ano e de 31% em relação ao segundo trimestre. A margem Ebitda pro-forma, que exclui a venda de celulose proveniente do contrato com a Klabin, passou de 58% em junho para 63%. Em setembro de 2018, essa margem estava em 49%.

Entre julho e setembro, a receita líquida também foi recorde, somando R$ 5,836 bilhões, expansão de 105% frente ao mesmo intervalo de 2017 e de 24% na comparação com o trimestre anterior.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 24, a Operação Olhos de Lince, com o objetivo de combater crimes relacionados às eleições 2018. A investigação é resultado do acompanhamento que a PF vem fazendo nas redes sociais e entre os crimes em apuração estão a violação do sigilo do voto e a incitação ao crime de homicídio. A instituição informa que agentes cumprem mandados de busca e apreensão nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Pernambuco.

Clique para ampliar

O gráfico diário do IBOV mostra um triângulo simétrico, com os preços operando em contração e chegando próximo de uma definição, uma vez que estão colados ao vértice da figura.

O momento reflete a briga dos estrangeiros (vendidos) e institucionais (comprados).

Para colocar mais pimenta no acarajé, temos uma linha de retorno (tracejada em azul) e uma LTB (tracejada em vermelho) como máxima e mínima de ontem.






Bons negócios!


Wagner Caetano
, para o Cartezyan
Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário