segunda-feira, 28 de maio de 2018

Memorial Day nos EUA


Bom dia, investidor!

Feriados no EUA e Reino Unido reduzem volumes >>> LEIA MAIS >>> 

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta segunda-feira, após desdobramentos favoráveis nas relações entre EUA e Coreia do Norte no fim de semana.

O índice sul-coreano Kospi liderou os ganhos na região, com alta de 0,74% em Seul, a 2.478,96 pontos, voltando para terreno positivo no acumulado de 2018.

Ontem, uma delegação americana chegou ao território norte-coreano com o intuito de preparar o terreno para as negociações em torno de uma possível reunião de cúpula entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un. Na semana passada, Trump cancelou o encontro com o líder da Coreia do Norte, mas, em declarações que deu desde então, deixou aberta a possibilidade de reconsiderar sua decisão.

No Japão, o Nikkei subiu 0,13%, a 22.481,09 pontos, mas o volume de negócios, que envolveu apenas 1,1 bilhão de ações, foi o segundo mais fraco do ano, num dia em que feriados nos EUA e no Reino Unido mantêm os mercados financeiros locais fechados.

O pregão também foi de valorização em Hong Kong, onde o Hang Seng avançou 0,67%, a 30.792,26 pontos, e em Taiwan, com ganho de 0,42% do Taiex, a 10.987,77 pontos.

Na China continental, porém, os mercados tiveram perdas moderadas. O Xangai Composto recuou 0,20%, a 3.135,08 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto caiu 0,22%, a 1.806,08 pontos.

Desde a semana passada, as cotações do petróleo vêm caindo significativamente em meio à especulação de que grandes produtores da commodity poderão decidir elevar sua oferta em reunião marcada para junho, em Viena.

O lucro de grandes empresas industriais da China ganhou força em abril, impulsionado por uma produção mais intensa e alta nos preços de bens do setor.

Dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês) mostram que o lucro do segmento industrial chinês deu um salto de 21,9% em abril ante igual mês do ano passado, depois de avançar em ritmo relativamente moderado em março, de 3,1%.

No mês passado, destacaram-se particularmente as áreas siderúrgica, de engenharia química e automotiva, que ajudaram a impulsionar o resultado geral.

Entre janeiro e abril, o lucro industrial na China teve expansão de 15% na comparação anual, ante ganho de 11,6% no primeiro trimestre. 

O petróleo WTI recua 1,68%, a US$ 66,74 por barril, na Nymex, enquanto o Brent cai 1,32%, a US$ 75,46 por barril, na ICE.

O cobre para julho tem baixa de 0,99%, a US$ 3,0470 por libra-peso, na Comex.

Em entrevista à Rádio Eldorado, o presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, disse que o momento agora é de que os caminhoneiros voltem às suas atividades. “Agora o pessoal ainda está dormindo, mas acredito que até o meio-dia tudo estará resolvido”, afirmou.

Ele explicou que há grupos envolvidos nas manifestações que têm outras pretensões, diferente das dos caminhoneiros e da Abcam. Lopes também agradeceu o apoio da população à categoria, mas ressaltou que ainda há coisas a fazer e “reuniões internas para resolver”.

“Vamos colocar ordem nesse segmento que transporta o Brasil nas costas. Um segmento que antes não tinha o reconhecimento do governo, que estava em uma situação pior que um indigente. A partir de hoje, essa situação deve se resolver”, disse ele.

A queda de R$ 0,46 no preço do diesel por 60 dias e depois a adoção de reajustes mensais custará R$ 13,5 bilhões aos cofres do governo até dezembro. Enquanto o programa temporário de subvenção do preço terá custo de R$ 9,5 bilhões até o final o ano, a redução dos tributos terá impacto de R$ 4 bilhões. Os cálculos foram apresentados pelo ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, em entrevista ao Broadcast.

O ministro não considera, porém, que a perda de R$ 4 bilhões seja um custo adicional porque o governo irá compensar com a aprovação do projeto de reoneração da folha de pagamentos.

Na prática, no entanto, o governo perde a economia adicional que teria com aprovação do projeto, que agora vai bancar a queda do PIS/Cofins e Cide do diesel. Essa economia poderia ter sido usado para outra finalidade.

Veja a seguir como se compõe:
  • R$ 0,11 (queda do PIS/Cofins)
  • R$ 0,05 (queda da Cide)
  • R$ 0,30 (programa temporário de subvenção do preço do diesel que atenderá Petrobras, importadores e fornecedores menores)

Custo fiscal

  • PIS/Cofins/Cide - R$ 4 bilhões
  • Programa de subvenção do preço - até R$ 9,5 bilhões

Clique para ampliar

O gráfico diário do IBOV mostra o benchmark esticado na venda, portanto sobrevendido, distante da média móvel de 21 períodos e fora da banda de bollinger inferior.

Creio em uma abertura baixista, com chances de teste da região de 78.000, onde temos um fundo marcado em outubro/17 (78.025) e um fundo marcado em janeiro/18 (78.165).

Uma vez que o governo colocou as cartas na mesa e temos sinais de que os caminhoneiros aceitarão a proposta, o IBOV tem chances de recuperação ao longo do dia, sendo que, um fechamento positivo não seria uma surpresa, ou algo perto da estabilidade.




Bons negócios!


Wagner Caetano, para o Cartezyan
Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário