quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Ibovespa em ponto decisivo


Bom dia investidor!

O cobre opera em alta nesta quarta-feira, em uma jornada por enquanto positiva para o petróleo. Além disso, o metal é apoiado pela chance de uma greve em uma mina do Chile.

Às 9h55 (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,70%, a US$ 6.724 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). O cobre para março avançava 0,84%, a US$ 3,0485 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Os metais básicos acompanham a alta do petróleo. O óleo e o cobre são muitas vezes negociados em conjunto, com maior peso para o primeiro, por isso as variações do petróleo influem no metal.

Investidores também aguardam a decisão de juros do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), nesta tarde, bem como números da produção industrial da China, na quinta-feira.

Entre os metais básicos negociados na LME, o zinco subia 0,52%, a US$ 3.169 a tonelada, o alumínio recuava 0,17%, a US$ 2.013,50 a tonelada, o estanho tinha baixa de 1,86%, a US$ 18.780 a tonelada, o níquel subia 0,59%, a US$ 11.170 a tonelada, e o chumbo caía 0,12%, a US$ 2.513,50 a tonelada. 

O petróleo WTI opera em alta de 0,51%, a US$ 57,43, enquanto o Brent avança 0,47%, a US$ 63,64.

As vendas do comércio varejista caíram 0,90% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal, informou há pouco o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Na comparação com outubro de 2016, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram alta de 2,5% em outubro de 2017. Nesse confronto, as projeções iam de uma expansão de 3,00% a 7,40%, com mediana positiva de 5,00%.

As vendas do varejo restrito acumularam alta de 1,4% no ano e aumento de 0,3% em 12 meses.

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas caíram 1,40% em outubro ante setembro, na série com ajuste sazonal.

Na comparação com outubro de 2016, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram alta de 7,5% em outubro de 2017. Nesse confronto, as projeções variavam de uma expansão de 7,20% a 11,40%, com mediana positiva de 9,55%.

As vendas do comércio varejista ampliado acumularam alta de 3,2% no ano e aumento de 1,4% em 12 meses. 

IBOV com abertura em +0,3% = clique para ampliar

O gráfico diário do Ibovespa mostra o benchmark acima das médias móveis de 5 e 21 períodos, as quais estão levemente inclinadas e cruzadas para cima.

Ademais, a reta pescoço do suposto ombro-cabeça-ombro-invertido e linha superior de um triângulo simétrico estão sendo rompidas.

O desafio é a consolidação acima desses divisores de água entre ursos e touros, portanto a briga será ferrenha.



Bons negócios!


Wagner Caetano, para o Cartezyan

Diretor da TopTraders
contato@TopTraders.Com.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário