quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Mercado opera com alto volume e volatilidade


Bom dia investidor!

Empregadores nos Estados Unidos anunciaram planos de cortar 32.346 postos de trabalho em agosto, 4,4% a menos que um mês antes, de acordo com pesquisa divulgada hoje pela consultoria Challenger, Gray & Christmas. Na comparação anual, houve recuo de 27% no total de cortes planejados.

No terceiro trimestre, os cortes de vagas ficaram em 94.478, 6,2% a menos que os do segundo trimestre deste ano, segundo o levantamento. 

O cobre opera em alta nesta quinta-feira, em uma semana marcada pelos baixos volumes nesse mercado por causa do feriado na China, maior consumidor global do metal. Ontem, o cobre fechou praticamente estável, próximo dos ajustes do dia anterior.

Às 9h45 (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,68%, a US$ 6.553 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). Às 8h12, o cobre para dezembro tinha avanço de 0,73%, a US$ 2,9805 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Com os volumes menores, o metal básico tem oscilado dentro de sua faixa recente. Nesta sexta-feira, será divulgado o relatório mensal de empregos (payroll) dos Estados Unidos, que pode dar um sinal sobre a economia americana e influir no mercado. Analistas preveem um número bem mais fraco que em meses recentes, por causa dos problemas causados pelos furacões Harvey e Irma em partes do país.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco subia 0,26%, a US$ 3.287,50 a tonelada, o alumínio recuava 0,28%, a US$ 2.157 a tonelada, o estanho tinha ganho de 0,24%, a US$ 20.850 a tonelada, o níquel caía 0,28%, a US$ 10.605 a tonelada, e o chumbo tinha baixa de 0,37%, a US$ 2.558 a tonelada. 

Os futuros de petróleo operam em alta nesta manhã, mantendo a tendência observada de madrugada, após acumularem perdas por três sessões consecutivas e apagarem a valorização da semana passada.

Às 9h47 (de Brasília), o petróleo tipo Brent para dezembro subia 0,63% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 56,21 por barril, enquanto o WTI para novembro avançava 0,17% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 50,11 por barril.

Ontem, o petróleo foi pressionado por dados do Departamento de Energia (DoE) norte-americano que revelaram avanço na produção dos EUA para 9,56 milhões de barris por dia na semana passada - o maior nível desde julho de 2015 - e as exportações diárias em quase 2 milhões de barris. Com isso, investidores acabaram ignorando uma forte queda nos estoques de petróleo bruto da última semana, de mais de 6 milhões de barris.

Contrariando a expectativa de dirigentes do PSDB, o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) disse na noite de ontem que segue no partido e na relatoria da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. O tucano comunicou ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), que não tem a intenção de se licenciar da legenda.

Em jantar na casa da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), na terça-feira, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse ter avisado o presidente Michel Temer de que há muitas insatisfações na base aliada, recomendou uma espécie de "refundação" do governo e previu que ele enfrentará mais dificuldades na votação da segunda denúncia.

Em uma sessão que terminou por volta das 3h da manhã, os deputados conseguiram concluir a votação da reforma política na Câmara. Após garantir a criação do fundo público para financiar as campanhas da próxima eleição, os deputados vararam a madrugada para aprovar o projeto relatado pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP), que traz uma série de mudanças nas regras eleitorais.

O mercado local deve abrir em alta, seguindo o índice futuro.

Enquanto acima de 76.420 temos um pivot de alta no diário.

Somente a perda desse patamar vai atrair vendedores dispostos a pressionar e bancar uma correção.

O desafio será manter-se em valorização após o início das operações à vista por aqui e depois às 10h30 quando abre o mercado norte-americano.


Bons negócios!


Wagner Caetano, para o Cartezyan

Diretor da TopTraders
contato@TopTraders.Com.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário