quarta-feira, 5 de julho de 2017

Volta do feriado norte-americano


Bom dia investidor!

O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor de serviços da China caiu para 51,6 em junho de 52,8 em maio, de acordo com dados divulgados hoje pela IHS Caixin e pela Markit.

Uma leitura acima dos 50 pontos indica expansão das atividades, enquanto um indicador abaixo disso representa contração. Em junho, o dado avançou no ritmo mais lento em um ano.

"Embora o impacto da desaceleração no setor de serviços tenha sido amortecido por uma recuperação das atividades manufatureiras da China, a tendência negativa na economia permaneça arraigada", disse Zhengsheng Zhong, diretor de análises macroeconômicas do CEBM Group.

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da Alemanha, que engloba os setores industrial e de serviços, recuou de 57,4 em maio para 56,4 em junho, o menor nível em quatro meses, informou a IHS Markit. Apesar da desaceleração, leituras acima da marca de 50,0 indicam expansão da atividade.

O PMI de serviços da maior economia da zona do euro passou de 55,4 em maio para 54,0 em junho, o menor patamar em cinco meses.

O deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), escolheu Sérgio Zveiter (PMDB-RJ) para relatar a denúncia contra o presidente Michel Temer.

Embora seja do partido de Temer, Zveiter vem adotando um comportamento independente na Câmara e gosta de dizer nos corredores do Congresso que não tem vínculos com o governo. Nos bastidores, os oposicionistas avaliam que há chances de Zveiter produzir um parecer pela admissibilidade da denúncia, contrariando o governo.

No anúncio, Pacheco destacou que não havia impedimentos para que fosse escolhido um relator do PMDB e disse que Zveiter preencheu os pré-requisitos de assiduidade na comissão, conhecimento jurídico e posição independente em relação ao governo. "Ele preencheu todos os critérios", disse.

Zveiter é deputado federal de segundo mandato, tem 61 anos, é advogado e foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Rio de Janeiro por duas vezes. Antes de ingressar no PMDB, o deputado fluminense passou pelo PDT e PSD.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a afirmar nesta terça-feira, 4, que, se for necessário, o recesso parlamentar poderá ser suspenso para que a denúncia contra o presidente Michel Temer seja votada no plenário.

"Se for preciso e estiver ajustado entre os deputados (pode haver a suspensão do recesso)", afirmou.

Segundo ele, essa decisão vai depender do andamento do processo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

De acordo com o cronograma elaborado pela base governista, no entanto, a ideia é votar a denúncia no plenário até 17 de julho, um dia antes do início do recesso parlamentar.

Como Temer deve encaminhar a sua defesa à CCJ nesta quarta-feira, 5, a leitura do parecer na comissão deve acontecer, de acordo com os prazos regimentais, até 10 de julho. Dessa forma, a votação na comissão aconteceria no dia 12 de julho.

Por 46 votos a 19, os senadores aprovaram ontem a urgência para a tramitação da reforma trabalhista. Após o resultado, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), informou que há um acordo entre líderes partidários para que a votação ocorra na próxima terça-feira, 11. A discussão do texto no plenário iniciará hoje.

Auxiliares do presidente Michel Temer consideram que a aprovação do regime de urgência representa uma demonstração de força política do governo. O placar de hoje nesta votação também serve como um termômetro de quantos votos o Planalto tem para garantir a aprovação da matéria na semana que vem, que precisa do apoio de pelo menos 41 parlamentares.

O presidente do Conselho de Ética do Senado, senador João Alberto Souza (PMDB-MA), convocou reunião do colegiado na próxima quinta-feira (6), a partir das 10h, para analisar o recurso contra o arquivamento do pedido da cassação do mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Há cerca de dez dias, o presidente do Conselho arquivou representação por quebra de decoro parlamentar contra Aécio apresentada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), por considerar que não havia provas suficientes para dar início ao processo e que o pedido era "improcedente".

Logo após a decisão de João Alberto, um grupo de senadores entrou com um recurso para que a decisão seja tomada pelo plenário do Conselho, porém o presidente do colegiado foi internado no mesmo dia devido a questões de saúde e a decisão acabou adiada.

Para a representação ser desarquivada, são necessários os votos de, pelo menos, 8 dos 15 integrantes titulares do Conselho. Se a maioria votar a favor do pedido, a representação contra Aécio começará a ser debatida pelo colegiado e poderá ser encaminhada ao plenário do Senado.

Displaying
Clique para ampliar

O gráfico diário do Ibovespa opera no modo "caiu, comprou", uma vez que temos um OCOI confirmado, em desenvolvimento.

Com a volta dos negócios nos EUA, deveremos ter maior spread entre a mínima e máxima do dia e aumento da volatilidade.

Não descarto uma pressão vendedora, seguida de entrada compradora no período da tarde.

Suporte imediato em 62.830 e na MME5.


Se os ursos mostrarem as garras uma retorno a neck line do OCOI , onde também está a MME21, seria uma oportunidade de ouro para quem está fora da ponta compradora e aguarda oportunidade.

Bons negócios!

Wagner Caetano, para o Cartezyan

Diretor da TopTraders
contato@TopTraders.Com.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário