terça-feira, 13 de junho de 2017

Mercado volátil pode formar fundo


Bom dia investidor!

O índice de expectativas econômicas da Alemanha caiu para 18,6 em junho, de 20,6 em maio, informou o instituto alemão ZEW. 

Por sua vez, o chamado índice para as condições atuais medido pelo ZEW aumentou para 88,0 em junho, de 83,9 em maio. O indicador superou a previsão do mercado, que aguardava alta a 85,0. 

Principal fiador do governo Michel Temer no Congresso, o PSDB decidiu ontem em reunião da Executiva Nacional e de líderes do partido que vai permanecer na base aliada. Os tucanos adotaram o discurso de que não podem desembarcar agora do governo, sob o argumento de que um eventual rompimento com Temer poderia prejudicar a aprovação das reformas da Previdência e trabalhista.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, publicou há pouco no Twitter uma avaliação de que a taxa de desemprego deve começar a cair a partir de agosto. Ele lembrou que, pela primeira vez em três anos, o número de desempregados parou de subir em abril. "Temos que levar em conta que estamos saindo da maior recessão da nossa história, que deixou 14 milhões de brasileiros sem emprego. Os efeitos de uma recessão tão forte quanto a dos últimos anos não desaparecem do dia para a noite", completou. 

As vendas do comércio varejista subiram 1,0% em abril ante março, na série com ajuste sazonal, informou há pouco o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Ontem o Ibovespa buscou suporte na região de 61.300 e deixou uma sombra inferior no diário.

Está trabalhando colado na média móvel exponencial de 200 períodos, que poderá impulsionar a formação de um fundo e manutenção da tendência de alta de médio prazo.

IBOVESPA intradiário até o momento (12h30)
Clique para ampliar.

Temos como barreiras a média móvel exponencial de 5 períodos logo acima e o fundo marcado dia 05/06 aos 62.009.

A tendência é que essa região atual seja respeitada e quem sabe forme um suporte forte essa semana.

Bons negócios!

Wagner Caetano, para o Cartezyan

Diretor da TopTraders
contato@TopTraders.Com.BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário