terça-feira, 2 de maio de 2017

Ibovespa em ponto decisivo


Bom dia investidor!

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial da China caiu para 50,3 em abril, de 51,2 em março, atingindo o menor nível em sete meses, segundo pesquisa da Caixin Media divulgada em parceria com a IHS Markit.

Apesar da queda, o PMI industrial chinês vem se mantendo acima da marca de 50 - o que indica expansão da manufatura - por dez meses consecutivos.

O PMI oficial da indústria chinesa também recuou em abril, para a mínima em seis meses de 51,2, ante 51,8 em março, de acordo com dados publicados pelo Escritório Nacional de Estatísticas do país no fim de semana. 

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial da Alemanha caiu levemente em abril, a 58,2, de 58,3 em março, nível que havia sido o maior desde abril de 2011, segundo dados publicados hoje pela IHS Markit.

Apesar da queda, a leitura acima da marca de 50 indica que a indústria alemã continuou se expandindo no mês passado, ainda que em ritmo um pouco mais fraco.

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta terça-feira, com várias delas voltando de um feriado e reagindo ao bom desempenho de ações de tecnologia ontem em Nova York, mas as chinesas foram pressionadas por indicadores fracos de manufatura.

Embora os principais índices acionários de Wall Street tenham ficado mistos ontem, o Nasdaq subiu a novo patamar histórico, graças ao avanço de papéis do setor de tecnologia.

O tom positivo do Nasdaq contagiou boa parte da Ásia hoje.

Em Tóquio, o Nikkei terminou o pregão com ganho de 0,70%, a 19.445,70 pontos, também favorecido pela fraqueza do iene em relação ao dólar durante a madrugada. No restante da semana, o mercado japonês não irá operar devido a uma série de feriados.

A mídia estatal norte-coreana reiterou hoje que o objetivo do país é desenvolver um míssil nuclear capaz de atingir os Estados Unidos, no mesmo dia que os rivais sul-coreanos e americanos detectaram um lançamento de um míssil que falhou nas proximidades de Pyongyang.

O jornal Rodong Sinmun ainda afirmou que o país revelou dois tipos novos de mísseis balísticos internacionais no desfile militar do último dia 15. "O amplo território norte-americano tem sido inteiramente exposto aos nossos meios de ataque nuclear preventivo".

Sobre o envio de porta-aviões norte-americanos para as proximidades da Península Coreana, o jornal disse que "tornar os porta-aviões inúteis não é um problema".

O governo do presidente Michel Temer tem 61% de avaliação ruim ou péssima, 28% de regular e, 9%, de ótima ou boa, de acordo com pesquisa do Instituto Datafolha divulgada neste domingo, 30, pelo jornal Folha de S. Paulo. Segundo o instituto, a impopularidade de Temer cresceu e já é comparável à da ex-presidente Dilma Rousseff às vésperas da abertura do processo de impeachment, em 2016, quando ela tinha 63% de rejeição e 13% de aprovação.

A pesquisa Datafolha aponta ainda que, para 85%, o Congresso deveria aprovar uma mudança constitucional para permitir eleições diretas já. Apenas 10% apoiam uma eleição indireta pelo Congresso, no caso de a chapa Dilma-Temer ser cassada e o presidente, obrigado a deixar o cargo. A pesquisa foi realizada na quarta, 26, e quinta-feira, 27, com 2.781 entrevistados em 172 cidades, com margem de erro de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Em reunião no domingo (1) com o presidente Michel Temer e ministros no Palácio do Alvorada, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), definiu que não realizará votações no plenário da Casa amanhã (3) para acelerar a apreciação da reforma da Previdência na comissão especial que analisa a matéria.

O governo quer concluir a votação da proposta no colegiado ainda nesta semana, para evitar que o relator, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), acabe cedendo à pressão de diversas categorias por mudanças no parecer.

A discussão na comissão especial deve ser encerrada nesta terça-feira (2). Com isso, a votação no colegiado poderá começar no dia seguinte. A ideia do governo é acelerar os trâmites na quarta-feira, para que a votação possa ser concluída até a quinta-feira (4). Caso o presidente da Câmara abrisse a ordem do dia no plenário da Casa, a votação da reforma na comissão especial teria de ser interrompida, o que poderia atrasar o calendário.

O Ibovespa fechou na máxima da sessão na última sexta-feira.

As médias móveis exponencias de 5 e 21 períodos estão inclinadas para cima, indicando alta.

Se romper e permanecer acima de 65.436 teremos um pivot de alta acionado no gráfico diário, capaz de jogar o benchmark rapidamente em 66.211, onde encontrará resistência.

Se vencer 66.211, será um sinal relevante de reversão de continuidade da alta no curto prazo, desconfigurando um cenário apenas de repique.

No momento a maré está a favor dos touros.

IBOVESPA agora às 10h23 - clique para ampliar

Bons negócios!

Wagner Caetano
Diretor da TopTraders
contato@toptraders.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário