segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

A Bovespa em 2016


O principal índice da nossa bolsa avançou 39% no ano de 2016.

Esse número, isolado, indica um sucesso extraordinário. Mas, como toda média, o número esconde alguns insucessos e alguns sucessos bem mais expressivos.

E o Índice Bovespa, o nosso popular IBOV, é uma média. Uma média ponderada, com pesos maiores para as ações mais negociadas. Hoje é composto por 59 ações, com pesos de 1% a 10%.

Entre essas ações - apelidadas Blue Chips em analogia às fichas mais valiosas de jogos de cartas - 47 se valorizaram no ano, 5 permaneceram em torno do mesmo preço, e 6 perderam valor. A maior valorização chegou a quase 300% com a Eletrobras e a maior queda ficou para Embraer com quase 50%.


Principais ações da Bolsa em 2016
Clique para ampliar

O caminho para a valorização deste ano não foi suave. O tombo iniciado com a eleição presidencial continuou forte até o final de janeiro, seguido de recuperação em duas ou três ondas até o topo no final de outubro - com ganho total de 73%. A acomodação no final do ano, com queda de 10%, fechou a conta nos 39%.


Maior valorização de 2016 chegou a 73%
Clique para ampliar

Considerando-se todas as 420 ações negociadas no ano, 257 ganharam e 54 ficaram em torno dos preços com que começaram o ano. Perderam preço 108 - a maioria entre 10% e 30% - e mais de 100 estiveram listadas mas não foram negociadas.


Quadro de todas as 500 ações da bolsa
Clique para ampliar

As informações são das Ferramentas de Topologia do Cartezyan.

Equipe Cartezyan
02/01/2017





Investidor,

O relatório Cenário e o programa Na Mira do Trader serão produzidos normalmente na semana do ano novo (26 a 29 de dezembro de 2016).

Entretanto, entre os dias 02 e 13 de janeiro, haverá uma pausa.

Ambos voltarão à normalidade dia 16/01/2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário