terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Mercado entra na reta final


Bom dia investidor!

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única.

China -0,49% e Japão +0,53%.

Europa apresenta altas marginais.

Londres +0,03%; Frankfurt +0,02%; Paris +0,34%.

O governo italiano requisitou permissão parlamentar para emitir até 20 bilhões de euros em dívida adicional, preparando terreno para uma possível ação voltada a ajudar vários bancos em dificuldade no país, entre eles o Banca Monte dei Paschi di Siena. O gabinete aprovou a medida no fim da segunda-feira.

Segundo o governo, a requisição foi uma medida de "precaução", no momento em que o Monte dei Paschi lança esforço de última hora para levantar 5 bilhões de euros em capital de investidores privados e evitar um resgate do governo.

O banco necessita levantar mais capital como parte de uma grande limpeza em seu balanço combinada com o Banco Central Europeu (BCE). Caso não consiga fazê-lo, o governo italiano pode intervir e ajudá-lo com um pacote, possivelmente já na sexta-feira, disse uma fonte do Tesouro há alguns dias.

Autoridades da Alemanha afirmaram nesta terça-feira que o incidente do dia anterior em um mercado de Natal de Berlim foi "provavelmente um ataque terrorista". Um homem do Paquistão lançou um caminhão contra as pessoas que estavam no local e deixou pelo menos 12 mortos.

O suspeito é interrogado pelas autoridades. Uma fonte ligada à investigação disse que ele é paquistanês e que nasceu nos anos 1990, mas não está ainda claro se ele entrou na Alemanha como refugiado, como parte da imprensa alemã noticiou.

Por volta das 20h (hora local) da segunda-feira, um caminhão com placa polonesa foi lançado contra a calçada do mercado diante da Igreja Kaiser Wilhelm Memorial, um dos pontos mais famosos do oeste de Berlim. O veículo atropelou várias pessoas e derrubou também barracas do mercado. Além das 12 mortes confirmadas, há 48 feridos. O caminhão seguiu por mais de 60 metros e o motorista fugiu do local, segundo a polícia, que se baseou em relatos de testemunhas.

Petróleo WTI avança 0,68%, a US$ 53,42 por barril, na Nymex, enquanto o Brent sobe 1,07%, a US$ 55,51 por barril, na ICE.

O minério de ferro com pureza de 62% negociado no Porto de Tianjin, na China, caiu hoje no mercado à vista 2,1%, indo a US$ 78,9 a tonelada seca.

Já o insumo com teor de concentração de 62% de ferro e de 2% de alumínio, cotado no Porto de Qingdao, recuou 2,1%, a US$79,3 a tonelada seca. 

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse a senadores e deputados que vai pedir a retirada do sigilo das delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht após a homologação pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato na Corte.

A intenção de Janot de pedir a retirada dos sigilos foi comunicada a integrantes da bancada do Espírito Santo, em reunião realizada na sede da Procuradoria, em Brasília, na manhã de quinta-feira. A pauta do encontro, inicialmente, era o impacto de uma resolução aprovada pelo Congresso em 2012, que alterou o repasse do ICMS interestadual para o Espírito Santo.

A reunião ocorreu três dias antes de Janot entregar os documentos dos acordos de delação premiada da Odebrecht ao Supremo. Os depoimentos, por escrito ou em vídeo, recolhidos na semana passada, foram armazenados na sala-cofre do STF e estão à disposição de Teori.

Ontem o Ibovespa fez o movimento mais natural após o doji lápide de sexta-feira.

IBOVESPA durante o dia de ontem

Uma sessão baixista após tocar a média móvel exponencial de 5 períodos, com perda de 58.100 e da mínima da semana anterior em fechamento (57.574).

Em um cenário moderado o alvo até o final do ano seria 56.460, porém se os negócios pesarem, especialmente impactados por uma correção no exterior, a movimentação poderia levar a um teste de 55.695.

Bons negócios

Wagner Caetano
Cartezyan
InfoMoney
TopTraders

Nenhum comentário:

Postar um comentário