quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Volatilidade do ar


Bom dia investidor!

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única.

China -0,06% e Japão +1,10.

Velho mundo opera em leve baixa.

Londres -0,09%; Frankfurt -0,23%; Paris -0,20%.

O Banco Central da Alemanha (Bundesbank) advertiu nesta quarta-feira que os investidores podem não estar suficientemente preparados para uma elevação nos juros. Os bancos alemães e as seguradoras em particular podem estar vulneráveis se as taxas de juros subirem, disse o Bundesbank em seu relatório anual sobre estabilidade no mercado financeiro.

O risco ocorre, segundo o BC, porque os bancos alemães têm emprestado por períodos mais longos, para compensar as taxas de juros mais baixas. Isso significa que eles podem reagir menos rapidamente a uma alta nos juros, disse o Bundesbank.

A instituição recomendou aos participantes do mercado que reservem colchões de capital suficientes para permitir que consigam lidar com taxas de juros mais altas e preços mais baixos de ativos. Vice-presidente do Bundesbank, Claudia Buch afirmou que os investidores devem garantir que tenham reservas suficientes para se proteger contra prejuízos inesperados.

O cobre tem baixa de 1,24%, a US$ 2.4740 or libra-peso, na Comex.

O petróleo Brent cai 0,79%, a US$ 46,58 por barril, na ICE, enquanto o WTI recua 1,03%, a US$ 45,34, na Nymex.

Dow Jones futuro cai 0,17%; S&P 500 recua 0,18%; Nasdaq perde 0,23%.

Os investidores estrangeiros começaram a vender ativos de mercados emergentes antes das eleições presidenciais nos Estados Unidos e agora os mercados emergentes estão no caminho para protagonizar o primeiro revés mensal no fluxo de recursos desde janeiro e fevereiro, escreveu o analista de câmbio da Société Générale, Jason Daw.

A vitória de Donald Trump nos Estados Unidos está levando investidores a reavaliar suas teses para os mercados emergentes e o ajuste está sendo agravado pela elevação do rendimento da T-note de 10 anos. O posicionamento do dólar com prazo de vencimento longo não está nem perto do patamar de 2015 e do início de 2016 e há bastante espaço para acelerar a venda de moedas de mercados emergentes, acrescentou.

Alguns dados compilados pelo Société Générale: os estrangeiros venderam US$ 1,4 bilhão em ações coreanas até agora em novembro; a demanda externa por títulos chineses tem sido forte por três meses consecutivos; os estrangeiros foram pequenos vendedores líquidos de ações do mercado indiano em outubro e em novembro; também foram vendedores líquidos de renda fixa da Índia em outubro e registram pequenas compras líquidas neste mês; os estrangeiros compraram US$ 1,4 bilhão em ações da bolsa de valores do Brasil em outubro, mas até agora, em novembro, venderam US$ 700 milhões; e venderam uma grande quantidade de títulos turcos em outubro (US$ 1,2 bilhão), com menores saídas líquidas evidentes até agora em novembro. 

O presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em St. Louis, James Bullard, reiterou hoje que tende a apoiar uma elevação dos juros em dezembro, com o argumento de que a perspectiva da política monetária no curto prazo não mudou após a vitória do republicano Donald Trump na eleição presidencial dos EUA, na semana passada.

Bullard vota nas reuniões de política monetária do Fed neste ano. No próximo mês, o BC americano terá seu último encontro em 2016 e a expectativa dos analistas é que os juros sejam elevados, apesar de incertezas causadas pela inesperada vitória de Trump.

O Ibovespa buscou a região do topo de maio de 2015 na sessão de segunda-feira, repicando em seguida, no intraday.

Clique para ampliar

Desenhou um martelo que deverá ter efeito positivo na abertura do pregão de hoje.

Serão barreiras imediatas 60.310 (topo de setembro) e a LTA tracejada em azul.

Ambas têm força para limitar o repique e levar o mercado a cair após serem testadas, em movimento de pull back.

Bons negócios!

Wagner Caetano
TopTraders
para o Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário