terça-feira, 11 de outubro de 2016

PEC do teto de gastos aprovada em 1º turno


Bom dia investidor!

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única.

China +0,56% e Japão +0,98%.

Praças menores fecharam em baixa.

Velho mundo tem alta moderada.

Londres +0,23%; Frankfurt +0,52%; Paris +0,30%.

O minério de ferro subiu 1,3% na China, fechando cotado a US$ 57,4 a tonelada.

O petróleo WTI recua 1,25%, a US$ 50,71 por barril, na Nymex, enquanto o Brent cai 1,05%, a US$ 52,58 por barril, na ICE.

O presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, afirmou nesta terça-feira que a economia dos Estados Unidos está em uma "posição sólida" e que uma elevação dos juros em dezembro "pode ser positiva". Atualmente sem direito a voto nas decisões de política monetária, Evans falou a repórteres durante visita a Sydney, na Austrália.

"Eu não ficaria surpreso se isso fosse decidido para a reunião de dezembro", disse Evans, em referência a uma elevação dos juros nos EUA. Ele contrapôs essa declaração, porém, ao acrescentar que o Fed pode se sair melhor se esperar mais para permitir que a inflação ganhe mais força.

A autoridade monetária disse que o mercado de trabalho dos EUA continua a melhorar, acrescentando que avaliou que o último relatório de empregos, divulgado na sexta-feira, foi "um número muito bom". Os EUA criaram 156 mil vagas em setembro, o ganho mais baixo desde maio e abaixo da previsão de 170 mil dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal. Para Evans, porém, o crescimento do emprego "está progredindo bem" no país.

Os contratos futuros de cobre operam em baixa nesta terça-feira. A força do dólar reduz a demanda pelo metal, que também recebe pressão negativa pelo recuo do petróleo nesta manhã.

Às 9h20 (de Brasília), o cobre para três meses recuava 0,4%, a US$ 4.826 a tonelada, na London Metal Exchange (LME). O cobre para dezembro operava em baixa de 0,59%, a US$ 2,1845 a libra-peso, na Comex, divisão de metais básicos da New York Mercantile Exchange (Nymex).

A agenda de indicadores dos Estados Unidos desta terça-feira traz como destaque o discurso do presidente da unidade de Nova York do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), William Dudley (vota nas reuniões de política monetária), durante um evento em West Point, sem horário divulgado. Além disso, a Alcoa divulga seu balanço antes da abertura dos mercados. 

A votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que cria um teto para o crescimento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos, foi avaliada como uma vitória significativa do presidente Michel Temer e deve abrir as portas para o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central começar a cortar a taxa básica de juros, atualmente em 14,25% ao ano, já no encontro deste mês. A perspectiva foi traçada pelo economista chefe da Capital Economics para mercados emergentes, Neil Shearing.

O Ibovespa deu sequência à sua escalada no pregão de ontem, mirando os 62.300.

Tudo que é muito óbvio, nesse caso o toque da região citada, não tem sido materializado nos últimos tempos no mercado doméstico.

Portanto não seria uma surpesa se tivermos um sinal de topo nessa sessão.

O vencimento do índice futuro na quinta-feira pós-feriado ajuda a colocar pimenta nas negociações.

Bons negócios e até amanhã!

Wagner Caetano 
Diretor Top Traders


Nenhum comentário:

Postar um comentário