quinta-feira, 1 de setembro de 2016

O dia depois do Impeachment


Bom dia investidor!

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única.

China -0,72% e Japão +0,23%.

Velho mundo opera com valorização.

Londres +0,07%; Frankfurt +0,50%; Paris +0,92%.

Dow Jones futuro avança 0,15%; Nasdaq sobe 0,25%; S&P 500 tem alta de 0,14%.

Os futuros de petróleo operam com volatilidade nesta manhã, pressionados pela valorização do dólar ante várias outras moedas e preocupações com o descompasso entre a oferta e a demanda.

Às 9h35 (de Brasília), o viés do petróleo era de baixa. Na IntercontinentalExchange (ICE), Brent para novembro caía 0,19%, a US$ 46,80 por barril, enquanto na New York Mercantile Exchange (Nymex), o WTI para outubro recuava 0,07%, US$ 44,67 por barril.

Na sessão anterior, os preços do petróleo tiveram fortes perdas, de 3,5% a 3,8%, em reação ao último relatório do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano, que mostrou um aumento de quase 2,3 milhão de barris no volume de petróleo bruto estocado nos EUA na semana passada. Analistas previam um acréscimo bem menor, de 1,2 milhão de barris.

O índice dos gerentes de compras (PMI) do setor industrial da China medido pela Caixin Media caiu em agosto, mas ainda apresentou expansão, segundo dados divulgados hoje.

O índice caiu para 50,0 em agosto, de 50,6 em julho, mas permaneceu acima de 50, o que indica avanço das atividades fabris pelo segundo mês seguido.

Os subíndices de produção, novas encomendas e estoques de compra recuaram na comparação com o mês anterior, segundo a Caixin. 

O índice dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial da China, subiu para 50,4 em agosto de 49,9 em julho, retornando ao território de expansão, de acordo com dados divulgados hoje pelo governo.

O avanço pode ser um sinal de melhora na segunda maior economia do planeta. Uma leitura acima de 50 indica expansão da atividade manufatureira, enquanto uma leitura abaixo de 50 indica contração.

O subíndice que mede as novas encomendas subiu para 51,3, de 50,4, enquanto o subíndice de produção subiu para 52,6, de 52,1, ainda de acordo com o governo. 

O minério de ferro iniciou setembro com queda de 1% no porto de Tianjin, na China, indo a US$ 58,4 a tonelada seca, de acordo com o insumo com pureza de 62%. Já a tonelada do minério com teor de concentração de 62% de ferro e de 2% de alumínio também recuou 1% e foi a US$ 58,7 a tonelada, segundo levantamento do The Steel Index. 

O plenário do Senado aprovou na tarde de ontem, 31, por 61 votos a favor, 20 contra e nenhuma abstenção, o impeachment da presidente Dilma Rousseff, de 68 anos. A petista foi cassada de seu mandato presidencial, conquistado na eleição de 2014 com 54,5 milhões de votos, e o presidente em exercício Michel Temer, de 76 anos, toma posse definitivamente no comando do Executivo federal. O peemedebista é o 37.º presidente da República e, também, o terceiro a assumir o Palácio do Planalto após afastamento de titulares desde a redemocratização.

A decisão faz de Dilma o segundo presidente da República do Brasil a sofrer impeachment, desde o impedimento de Fernando Collor de Mello, em 1992, e encerra uma hegemonia de 13 anos do PT no poder central do País, iniciada em 2003 com Luiz Inácio Lula da Silva. O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, que presidiu o processo no Senado, deu início à sessão final às 11h16 e proclamou o resultado às 13h35.

O plenário votou ainda um pedido de destaque sobre a inabilitação de Dilma para cargos públicos por oito anos. Por 42 votos a favor, 36 contra e três abstenções, Dilma manteve seus direitos políticos. Esse resultado abriu uma nova crise na base aliada. Parlamentares do PSDB e do DEM acusaram o PMDB de ter feito um acordo para “livrar” Dilma e amenizar a sua pena por crime de responsabilidade. O acordo que uniu peemedebistas e petistas foi apontado nos bastidores do Congresso como um precedente que pode beneficiar o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) e futuramente a outros parlamentares ameaçados de cassação.

Clique para ampliar

O gráfico diário do Ibovespa mostra uma movimentação baixista interessante, com três máximas seguidas na mesma região e fundo na região de 57.605, que tem segurado o mercado no curto prazo.

Se um desses patamares for rompido em fechamento, basicamente delineados por 58.575 e 57.605, teremos, provavelmente, o caminho de curto prazo definido para o mercado doméstico.

Bons negócios!

Wagner Caetano
TopTraders = www.toptraders.com.br
Cartezyan = www.cartezyan.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário