quinta-feira, 7 de julho de 2016

Respiro


Bom dia investidor

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única.

Praças menores tiverem alta, China fechou de lado e Japão caiu 0,67%.

Velho mundo tem os touros no comando.

Londres +1,26%; Frankfurt +0,55%; Paris +1,02%.

Nos EUA, os pedidos de auxílio desemprego caíram 16 mil para 254 mil na semana; previsão +270 mil.

O minério de ferro recuou 1,1% na China, fechando cotado a US$ 55,2 a tonelada.

Enquanto espera que os ministros da área econômica fechem o número do déficit da meta fiscal de 2017 até o meio dia, o presidente em exercício, Michel Temer, mantém uma agenda oficial dedicada a receber parlamentares e empresários. Às 10h, Temer se reúne com o deputado Benito Gama (PTB-BA) e às 10h30 tem encontro com o também deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP). Logo depois, Temer abre espaço para um encontro com o presidente da IBM do Brasil, Marcelo Porto.

Na parte da tarde, o único compromisso oficial é um encontro com o presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Alarico Assumpção Júnior, às 16 horas.

No entanto, a expectativa é que até o fim do dia Temer faça pessoalmente no Palácio do Planalto o anúncio da meta. Como medida para arrefecer o déficit já ficou acertado que haverá a necessidade de aumento de impostos, segundo interlocutores do presidente, o objetivo é informar junto com o número da meta outras medidas para mostrar que o governo está "fechando o ralo" das contas públicas. Uma delas seria o início de um pente-fino no auxílio-doença, como foi dito no mês passado pelo ministro interino no Planejamento, Dyogo Oliveira.

Ontem o Ibovespa fez um movimento de recuperação intradiário muito interessante, deixando uma longa sombra inferior após tocar uma importante região de suporte.


O fechamento foi acima da média móvel exponencial de 5 períodos e superior ao 51.810, preservando a inclinação altista de curto prazo.

Bons negócios!

Wagner Caetano

DiretorTopTraders
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário