quinta-feira, 28 de julho de 2016

Balanços da Vale e Bradesco em pauta


Bom dia investidor!

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única.

China + 0,08% e Japão -1,13%.

Europa opera com baixa moderada, com exceção de Frankfurt, que trabalha estável.

Londres -0,29% e Paris -0,18%.

A taxa de desemprego ajustada na Alemanha ficou em 6,1% em julho, inalterada ante o mês passado e permanecendo no menor nível da série histórica iniciada em janeiro de 1992, segundo dados publicados hoje pela agência de estatísticas do país, a Destatis. 

Apesar da taxa estável, o número de desempregados na maior economia da zona do euro recuou 7 mil em julho, também considerando-se efeitos sazonais, em sua décima queda consecutiva, informou a Destatis. A projeção do mercado era de queda bem menor no total de desempregados, de 1,5 mil.

Em termos não ajustados, no entanto, o número de desempregados na Alemanha subiu para 2,661 milhões em julho, de 2,614 milhões em junho, enquanto a taxa de desemprego avançou para 6,0%, de 5,9% no mês anterior. 

O cobre tem alta de 0,69%, na Comex.

Petróleo Brent cai 0,48%, a US$ 43,70 por barril, na ICE, enquanto o WTI recua 0,24%, a US$ 41,82 por barril, na Nymex.

Dow Jones futuro sobe 0,15%; Nasdaq ganha 0,09%; S&P 500 avança 0,19%.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontou novos indícios de irregularidades nas contas de uma empresa que prestou serviço para a campanha à reeleição da presidente afastada Dilma Rousseff em 2014.

O presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, enviou as informações para o Supremo Tribunal Federal em ação que trata da prestação de contas da petista.

A DCO Informática recebeu R$ 4,8 milhões para disparar mensagens para celulares, via aplicativo WhatsApp, durante a campanha. A empresa tem apenas um servidor, um notebook e três funcionários que trabalham sem carteira assinada. Com sede na cidade mineira de Uberlândia, a DCO registrou quatro repasses feitos ao longo de uma semana em outubro de 2014.

A provisão bilionária que a mineradora Vale realizou por conta do acordo fechado com autoridades brasileiras após o desastre da Samarco afetou o resultado da companhia referente ao segundo trimestre do ano. Com isso, a maior produtora de minério de ferro do mundo apresentou um lucro líquido de US$ 1,106 bilhão de abril a junho deste ano, queda de 34% em relação ao mesmo período do ano passado e recuo de 38% ante o observado nos três primeiros meses do ano.

O lucro líquido contábil do Bradesco totalizou R$ 4,134 bilhões no segundo trimestre, montante 7,6% inferior ao registrado em igual intervalo do ano passado, de R$ 4,473 bilhões. Em relação aos três meses imediatamente anteriores, porém, foi identificada elevação de 0,3%. No conceito ajustado, o resultado do Bradesco foi de R$ 4,161 bilhões, também queda de 7,6%. No comparativo trimestral, contudo, subiu 1,2%.

O gráfico diário do Ibovespa continuou o seu movimento lateral, pelo sétimo pregão seguida.


IBOVESPA durante o dia ontem ( gráfico de 15' )
CLIQUE PARA AMPLIAR

Ontem tivemos uma máxima mais alta, porém pressão vendedora durante o dia, levando a um fechamento quase na mínima da sessão.

Se houver perda e consolidação da região de 56.700, poderemos ter um processo corretivo de alguns dias para o mercado doméstico.

Bons negócios.

Wagner Caetano
Cartezyan
TopTraders

Nenhum comentário:

Postar um comentário