segunda-feira, 2 de maio de 2016

Sell in may and go away?


Bom dia, Investidor!

Estrangeiros reduziram a posição comprada no índice futuro de 71.371 para 68.450 contratos no último pregão de abril.

Na Ásia, tivemos fechamento negativo, com China -0,25% e Japão -3,11%.

O índice dos gerentes de compras (PMI) industrial da China, que mede a atividade do setor, desacelerou para 50,1 em abril, frente a um resultado de 50,2 no mês anterior, de acordo com números oficiais do Escritório Nacional de Estatísticas.

Os dados mostram que a segunda maior economia do mundo perdeu um pouco de impulso, embora ainda mostre expansão pelo segundo mês consecutivo depois de um período de sete meses de contração.

Analistas consultados pelo Wall Street Journal previam que o indicador subisse para 50,4. Uma leitura acima de 50 indica expansão na atividade, enquanto valores abaixo desse patamar sinalizam contração.

O subíndice que mede novas encomendas caiu para 51,0 em abril, de 51,4 em março. Já o subíndice de produção recuou levemente para 52,2, de 52,3 na mesma base de comparação. 

Europa opera em alta, com o mercado londrino fechado.

Frankfurt sobe 1,01% e Paris avança 0,57%.

Dow Jones futuro ganha 0,18%; Nasdaq sobe 0,14%; S&P 500 valoriza 0,22%.

O petróleo opera perto da estabilidade.

Desafeto da presidente Dilma Rousseff e aliado do vice-presidente Michel Temer, o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), classificou o reajuste nos benefícios do programa Bolsa Família como uma "irresponsabilidade fiscal". 

O peemedebista rebateu a afirmação do governo de que o aumento já estava previsto no Orçamento de 2016.

Para ele, as receitas não existem na peça orçamentária. "É mais uma enganação do governo", disse, ressaltando que o Palácio do Planalto conta até com arrecadação inexistente da CPMF, que não está aprovada.

Cunha disse que a proposta de mudança da meta fiscal deste ano não foi sequer aprovada pelo Congresso. "É uma irresponsabilidade isso, até porque nem se sabe se aprovará a mudança de meta. Executar isso sem aprovar a alteração pode significar novo crime de responsabilidade", disse.

Analistas do mercado financeiro revisaram mais uma vez suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2016 para baixo.

De acordo com o Relatório de Mercado Focus divulgado há pouco pelo Banco Central, perspectiva de retração da atividade do ano que vem passou de 3,88% para 3,89%.

Há um mês, a mediana das projeções estava em 3,73%.

No Relatório Trimestral de Inflação divulgado em março, o BC revisou de -1,9% para -3,5% sua estimativa para a retração econômica deste ano.

Para 2017, a previsão de crescimento do PIB teve uma leve melhora, de um crescimento de 0,30% para 0,40% - um mês antes, a expectativa era de uma alta de 0,30%.


O Ibovespa apresenta sinal de topo.

O último candle apresenta máxima e mínima mais baixas que a sessão anterior.

Existe um batalhão de suportes colados no fechamento de sexta-feira.

Somente a perfuração de 53.415 e da LTB destacada em vermelho no gráfico, projetam alguns dias de correção para o mercado, com alvo em 52.260 na primeira batida.

Bons negócios e até amanhã!

Wagner Caetano

Diretor da TopTraders e do Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário