quinta-feira, 12 de maio de 2016

Impeachment!!!



Bom dia investidor.

Estrangeiros voltaram a atuar na venda do índice futuro no pregão de ontem, reduzindo o saldo comprado de 57.871 para 51.257 contratos.

Na Ásia, as praças menores tiveram desvalorização, assim como a China (-0,04%), enquanto Tóquio subiu 0,41%.

Velho continente com alta moderada e generalizada. Londres +0,26%; Frankfurt +0,60%; Paris +0,88%.

Nos EUA, os pedidos de auxílio desemprego subiram para o maior nível desde fevereiro de 2015, atingindo 294 mil na semana.

No Brasil, o balanço da CSN deverá agitar o setor de siderurgia nessa sessão, assim com os números da Kroton certamente terão impacto em seus ativos e pares educacionais.

Os preços do petróleo operam em alta nesta quinta-feira em meio a mais notícias sobre uma queda na oferta. No início da manhã de hoje, a Agência Internacional de Energia (AIE) informou que os estoques globais de petróleo irão experimentar uma "redução dramática" no segundo semestre, o que ajuda os preços a subirem.

Segundo a AIE, os estoques globais de petróleo vão diminuir para 200 mil barris por dia (bpd) na segunda metade de 2016, de 1,3 milhão de bpd no primeiro semestre.

A produção de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), por sua vez, recuará 800 mil bpd este ano, de acordo com a agência, que presta consultoria a países industrializados.

A AIE informou que a produção de petróleo dos países fora da Opep recuou 125 mil bpd em abril, a 56,6 milhões de bpd, e prevê ainda nova queda em maio devido aos recentes incêndios que atingiram a região de areias betuminosas do Canadá.

Segundo alguns analistas do setor, as sequências de interrupções devido aos incêndios podem reduzir em mais de 1 milhão de barris a capacidade de produção diária.

Além disso, a AIE também reiterou a previsão de que o consumo global de petróleo aumentará 1,2 milhão de bpd em 2016.

Diante disso, às 8h55 (de Brasília), o petróleo WTI para junho subia 1,36%, a US$ 46,86 o barril, e o Brent para julho avançava 0,95%, a US$ 48,05 o barril.

O preço do minério de ferro caiu 1,8% no mercado à vista chinês e foi a US$ 54,4 por tonelada seca, de acordo com dados do The Steel Index. Esse valor segue a referência do insumo com teor de concentração de 62% negociado no porto de Tianjin, na China. 

Vinte horas e 34 minutos após aberta a sessão, o Senado aprovou o afastamento da presidente Dilma Rousseff e a instauração do processo de impeachment contra a petista por crime de responsabilidade.

Dilma recebeu 55 votos pela retirada temporária dela, 22 contra. Não houve nenhuma abstenção.

Com a decisão, a petista será afastada do cargo por até 180 dias, período em que deverá ser julgada por crime de responsabilidade, e o vice-presidente Michel Temer assumirá a presidência interina do País.

Após o resultado, Renan informou que a presidente será notificada ainda nesta manhã da decisão do Senado.

Caberá ao primeiro-secretário da Casa, senador Vicentinho Alves (PR-TO), fazer essa notificação pessoalmente.

Ao final do processo, Dilma será afastada definitivamente do cargo se houver pelo menos 54 votos para condená-la. 


Ontem o Ibovespa fechou na mínima da sessão, deixando no gráfico diário uma candle denominado estrela cadente.

A abertura, assim como na última sessão, será em campo positivo, sendo o desafio a manutenção da força compradora ao longo da sessão, especialmente após a abertura do mercado norte-americano.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Diretor da TopTraders e do Cartezyan


Nenhum comentário:

Postar um comentário