quinta-feira, 19 de maio de 2016

FED "Hawkish"

Olá Investidor!

Na Ásia, praças menores fecharam em campo negativo, enquanto China (-0,02%) e Japão (+0,01%) fecharam estáveis.

Velho continente tem suas bolsas pressionadas. Londres -1,42%; Frankfurt -1,55%; Paris -0,93%.

O cobre tem queda de 1,08%, na Comex.

O petróleo Brent recua 2,47%, a US$ 47,72 por barril, na Nymex, enquanto o WTI cai 2,19%, a US$ 47,71 por barril, na ICE.

O Dow Jones futuro cede 0,41%; S&P500 recua 0,38%; Nasdaq perde 0,39%.

Um avião da EgyptAir que voava de Paris para o Cairo com 66 passageiros a bordo desapareceu no Mar Mediterrâneo no começo desta quinta-feira. Segundo autoridades de aviação do Egito, o avião teria caído no Mar Mediterrâneo.

A companhia Airbus afirmou que está ciente do desaparecimento do avião, mas "não tem nenhuma informação oficial nesse momento da certeza de um acidente", informou o porta-voz da empresa, Jacques Rocca.

O voo 804 da EgyptAir desapareceu do radar às 2h45 da manhã (hora local) quando voava há mais de 11 mil metros, informou a companhia aérea. Segundo as autoridades, o Airbus A320 desapareceu 16 quilômetros após ter entrado no espaço aéreo egípcio, cerca de 280 quilômetros ao norte da costa mediterrânea.

As autoridades informaram que o avião caiu e que uma busca por destroços já havia começado. A "possibilidade de que o avião tenha caído foi confirmada", já que o avião não aterrissou em nenhum aeroporto próximo.

A sinalização dos EUA de que pretendem subir o juro em breve, reforçada pela ata do FED, pega o Brasil em um momento muito difícil, em desvantagem para disputar o capital mais seletivo aos mercados emergentes.

O novo governo mal teve tempo de fazer o inventário da "herança maldita", que aponta para déficit de R$ 150 bilhões, e menos ainda de encaminhar as polêmicas soluções para a crise, que já enfrentam sérias resistências.

A agenda doméstica desta quinta-feira (19) tem entre os principais destaques a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua Trimestral. Também serão conhecidos os resultados de pesquisa de intenção de consumo das famílias em maio.

Na agenda dos Estados Unidos, destaque para o discurso do presidente do Federal Reserve de Nova York, William Dudley, e para os números semanais sobre pedidos de auxílio-desemprego


O gráfico diário do Ibovespa mostra um teste da média móvel exponencial de 5 períodos no intraday, com entrada de pressão vendedora e fechamento em campo negativo novamente.

O topo marcado em agosto de 2015 (50.895), que levou a um forte mergulho na ocasião, foi perdido em fechamento.

Temos um ponto de clímax, um duplo suporte formado pela linha de retorno destacada em lilás e a LTA de curto prazo reforçada em verde no gráfico.

Se a maré fosse compradora, poderíamos ter a formação de um fundo importante na região, porém o fluxo cambial negativo no mês corrente e tom hawkish na ata do FED divulgada ontem, sinalizam continuidade da baixa para o curto prazo, sendo 49.900 um ponto decisivo para o mercado, onde poderemos ter um fundo duplo se houver o desenho de um candlestick de reversão nessa região ou então um pivot de baixa caso ocorra penetração desse suporte.

Bons negócios e até amanhã!

Wagner Caetano 
Diretor da Top Traders e do Terminal Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário