segunda-feira, 23 de maio de 2016

Bear Monday


Bom dia investidor!

Bolsas asiáticas fecharam sem direção única. China +0,64% e Japão -0,49%.

Europa opera no vermelho. Londres -0,22%; Frankfurt -0,61%; Paris -0,76%.

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) composto da zona do euro, que mede a atividade nos setores industrial e de serviços, caiu para 52,9 em maio, de 53,0 em abril, atingindo o menor nível em 16 meses, segundo dados preliminares publicados hoje pela Markit Economics.

O resultado frustrou analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam alta do indicador, a 53,2.

De qualquer forma, a leitura acima de 50,0 indica expansão da atividade, ainda que em ritmo um pouco mais fraco.

Apenas o PMI industrial do bloco recuou para 51,5 em maio, de 51,7 em abril, também contrariando a projeção do mercado, que era de avanço marginal a 51,9.

No setor de serviços da zona do euro, o PMI ficou inalterado na prévia deste mês, em 53,1, e a previsão dos analistas era de leve alta a 53,3. 

O preço do minério de ferro iniciou a semana com queda de 5,4% no mercado à vista chinês e foi a US$ 52,7 por tonelada seca, de acordo com dados do The Steel Index.

Depois de um impulso nos preços em abril, em maio o valor já acumula queda de quase 20%.

Esse valor segue a referência do insumo com teor de concentração de 62% negociado no porto de Tianjin, na China. 

Analistas do mercado financeiro melhoraram suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2016.

De acordo com o Relatório de Mercado Focus divulgado há pouco pelo Banco Central, a perspectiva para a atividade deste ano passou de uma retração de 3,88% para um recuo um pouco menos intenso, de 3,83%.

Há um mês, a mediana das projeções estava negativa em 3,88%.

No Relatório Trimestral de Inflação divulgado em março, o BC revisou de -1,9% para -3,5% sua estimativa para a retração econômica deste ano. Já para 2017, a previsão de crescimento do PIB ficou estável, com um crescimento de 0,50% - um mês antes, a expectativa era de uma alta de 0,30%.

Os futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York, influenciados pela fraqueza recente do petróleo.

Por volta das 9h05 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) caía 0,4%, a US$ 4.558,00 por tonelada, após tocar mínima em dois dias mais cedo na sessão, de US$ 4.545,00.

Os preços do petróleo caíram na sexta-feira e se mantêm fracos nesta manhã, pressionando as cotações do cobre.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para julho recuava 0,19%, a US$ 2,0515 por libra-peso, às 9h18 (de Brasília).

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou no sábado que as medidas fiscais que o governo anunciaria na segunda-feira serão divulgadas apenas na terça-feira, no fim da manhã.

Uma fonte do Palácio do Planalto informou que o anúncio será às 11 horas e que o presidente em exercício, Michel Temer, vai ao Congresso às 16 horas, na segunda-feira, com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) para apresentar algumas das ações deverá adotar.

De acordo com o ministro Meirelles, as equipes técnicas que tratam das medidas fiscais estarão trabalhando neste fim de semana e também na segunda-feira para definir as medidas que serão tratadas com Temer na terça-feira no início da manhã, antes do anúncio oficial.


O gráfico diário do Ibovespa mostra um fechamento sobre um importante suporte, patamar respeitado no dia 09 de maio e posteriomente na quinta-feira passada.

Como a maré é de baixa no exterior e no mercado futuro, teremos pressão vendedora logo após a abertura, com provável teste da forte região de suporte entre 48.745 e 49.050.


Bons negócios!


Wagner Caetano


Diretor da TopTraders e do Cartezyan

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Wagner, vejo sempre seus vídeos e já ouvi falando sobre seu grupo...é possível eu participar.

    ResponderExcluir
  3. gostaria de participar também ... se for possível :) adiciona dois candidatos ai :) Quero aprender com você .. abraços

    ResponderExcluir