terça-feira, 1 de março de 2016

Águas de Março


Bom dia investidor!

O mês de março começa verde.

Ásia teve valorização.

Japão +0,37% e China +1,68%.

Velho continente tem Londres subindo 0,76%. Frankfurt avançando 1,55% e Paris valorizando 0,74%.

Os contratos futuros de cobre operam em alta na manhã desta terça-feira, após dados fracos da indústria da China reforçarem as expectativas de uma injeção de mais estímulos fiscais na segunda economia mundial.

Perto das 8h40 (de Brasília), o cobre para três meses subia 0,70%, a US$ 4.728 a tonelada na London Metal Exchange (LME).

Às 8h57, o cobre para março avançava 0,19%, a US$ 2,1325 a libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Na China, o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial recuou de 48,4 em janeiro para 48,0 em fevereiro, segundo a Caixin. O PMI oficial da indústria caiu de 49,4 em janeiro para 49,0 em fevereiro, ante previsão de estabilidade.

Com isso, investidores reforçaram a expectativa de mais estímulos por Pequim.

A expectativa de mais estímulos também do Banco Central Europeu (BCE), que se reúne na semana que vem, é citada como outro fator positivo hoje.

O petróleo opera em alta nesta manhã, após a divulgação de um relatório da consultoria Energy Aspects que prevê um maior equilíbrio entre oferta e demanda, o que poderia finalmente apoiar os preços da commodity depois de vários meses de queda acentuada.

Com isso, as ações de companhias do setor se beneficiam.

A petroleira BP, por exemplo, subia 0,33%, a Statoil avançava 0,47% e a Total tinha alta de 0,57%.

O governo federal informa em edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU) de ontem que encaminhou ao Congresso Nacional o "Relatório extemporâneo de fevereiro de 2016 de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias, destinado à Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização do Congresso Nacional".

A mensagem com a informação é assinada pela presidente Dilma Rousseff.

O teor do relatório deve ser divulgado hoje pelo Ministério do Planejamento.

Na mesma edição extra do Diário, o governo registra também o envio ao Congresso Nacional do relatório de avaliação do cumprimento da meta de superávit primário e do texto do Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos entre Brasil e Chile, assinado em Santiago, em 23 de novembro de 2015. 

IBOVESPA com a abertura de hoje; clique para ampliar

O gráfico diário do Ibovespa mostra que o benchmark respeitou a LTA reforçada em azul e subiu de ponta a ponta do pregão.

Resumo do pregão de ontemclique para ampliar

O fechamento acima de 42.750 reforça a visão altista para o curto prazo.

O grande desafio será deixar para trás a máxima da semana anterior, marcada aos 43.600.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan


Nenhum comentário:

Postar um comentário