quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Coreia do Norte é a bola da vez


Bom dia investidor!

Mercados asiáticos fecharam em direções mistas.

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam majoritariamente em baixa nesta quarta-feira, em meio a preocupações geradas pelo anúncio de que a Coreia do Norte realizou seu primeiro teste com uma bomba de hidrogênio e pelo enfraquecimento da economia da China, cujos indicadores de atividade mais recentes vieram desfavoráveis.

Os mercados chineses, no entanto, foram exceção e mostraram uma recuperação vigorosa, após as perdas dos últimos pregões.

A TV estatal norte-coreana noticiou que cientistas do país conduziram, com sucesso, a detonação de uma bomba de hidrogênio. O governo da Coreia do Sul classificou o teste de violação das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) e afirmou que vai trabalhar com os EUA e outros países para estudar medidas apropriadas, que podem incluir novas sanções contra Pyongyang.

A notícia da Coreia do Norte contribuiu para piorar o sentimento na Ásia, que já vinha sendo influenciado pelas últimas evidências de desaceleração da economia chinesa.

China subiu 2,25% e Japão cedeu 0,99%.

Europa em baixa generalizada. Londres -1,57%; Frankfurt -1,31%; Paris -1,58%.

Petróleo trabalha na mínima em 11 anos.



Ontem tivemos um sinal de fundo no gráfico diário do Ibovespa.

Vamos ver até que ponto o driver norte-coreano vai impactar efetivamente no mercado.

O sinal gráfico pode ser interpretado como um pinça de fundo ou um harami.

Bons Negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário