quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Volatilidade no ar


Bom dia investidor!

Bolsas asiáticas fecharam em direções opostas. Japão -0,37% e China +2,33%.

Na Europa temos as bolsas em alta e testando suas máximas. Londres +0,47%; Frankfurt +0,47%; Paris +0,44%.

Na véspera da esperada reunião do Banco Central Europeu (BCE), continua a firme aposta dos investidores de que novas medidas serão anunciadas amanhã para tentar incentivar a atividade e levar a inflação da zona do euro mais perto da meta. A expectativa de mais relaxamento monetário impulsiona as bolsas da região e derruba o rendimento dos títulos de dívida da Alemanha para novo recorde de baixa.

O ouro negro recua 1% em Londres e Nova York.

O cobre tem leve baixa de 0,07% na Comex.

Futuros norte-americanos avançam 0,20%.

A decisão da Comissão Mista do Orçamento (CMO) de incluir a previsão de arrecadação com a CPMF no relatório de receitas do projeto de Orçamento de 2016 representa, na prática, uma primeira prova de fogo vencida pelo governo para o retorno do imposto do cheque.
Um teste importante na longa batalha que a presidente Dilma Rousseff tem pela frente para conseguir a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) encaminhada pelo governo que recria o tributo.

A agenda de eventos desta quarta-feira (02) tem como destaque a sessão conjunta do Congresso para votar o projeto de lei que muda a meta fiscal de 2015.

Além disso, o Conselho de Ética da Câmara se reúne para continuar a discussão e votação do parecer pelo seguimento da ação contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Entre indicadores, saem o fluxo cambial e o índice de confiança do empresário do comércio.
O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, é ouvido em audiência na Câmara sobre greve dos caminhoneiros.

Nos EUA, saem o Livro Bege, o relatório da ADP sobre criação de vagas no setor privado em novembro, o índice de produtividade da mão de obra do terceiro trimestre, o índice de condições empresariais de NY em novembro e vários dirigentes do Fed falam, entre eles a presidente da instituição, Janet Yellen. 

Na China, sai o PMI serviços de novembro.


Ontem o Ibovespa sinalizou um equilíbrio de forças entre compradores e vendedores través de um spinning top.

Se houver rompimento e fechamento acima de 45.500 teremos repique de curto prazo, alguns dias de alívio.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário