terça-feira, 17 de novembro de 2015

Mundo verde


Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam o pregão comprados em 103.058 contratos de índice futuro.

Na Ásia tivemos forte alta, com algumas praças fechando na máxima da sessão. A exceção foi a China, que cedeu 0,06%. Japão +1,22%.

Na Europa temos alta firme. Londres +1,93%; Frankfurt +1,74%; Paris +2,34%.

O índice de expectativas econômicas da Alemanha subiu para 10,4 em novembro, de 1,9 em outubro, segundo dados divulgados hoje pelo instituto alemão ZEW. O resultado veio bem acima da expectativa de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam avanço menor do indicador, a 6,0. O índice de condições atuais do ZEW, por outro lado, recuou para 54,4 neste mês, de 55,2 em outubro. Neste caso, a previsão dos analistas era de ligeiro avanço do índice, para 55,5. 

Petróleo alterna entre leve alta e leve baixa, de forma volátil, diante de excesso de oferta e incertezas geopolíticas.

O cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) cai 0,61%, a US$ 4.675,00 por tonelada, após atingir nova mínima em seis anos durante a sessão asiática, a US$ 4.590,00 por tonelada. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para dezembro recua 0,38%, a US$ 2,1075 por libra-peso.

Dow Jones futuro sobe 0,36%; S&P 500 avança 0,38%; Nasdaq ganha 0,38%.

Com o impacto absorvido dos atentados em Paris, os mercados internacionais focam hoje em dois indicadores importantes nos EUA, o CPI e a produção industrial, que ajudam a definir as apostas na alta do juro em dezembro.

O BC se antecipou à eventual pressão do DÓLAR com dois leilões de linha.

No Congresso, o dia será movimentado pelas votações da meta fiscal de 2015 na CMO e dos vetos presidenciais em sessão conjunta à noite.


O Ibovespa respeitou o suporte citado ontem em 46.480 e ainda fechou acima da média móvel exponencial de 5 períodos.

A expectativa para hoje é de um pregão de alta, tendo a média móvel exponencial de 21 períodos como primeira barreira, seguida pelo forte 47.459, cujo rompimento aciona um pivot de alta no diário.

Bons negócios! 

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário