quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Bolsas operam sem direção única


Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam o pregão comprados em 122.450 contratos de índice futuro.

Na Ásia tivemos fechamentos mistos, com Japão subindo 1,00%, China avançando 1,83% e baixa generalizada nas praças menores.

Europa também opera sem direção única. Londres: -0,46%; Frankfurt: +0,73%; Paris +0,87%.

As encomendas à indústria da Alemanha tiveram uma queda inesperada em setembro ante agosto, de 1,7% no cálculo ajustado, segundo dados divulgados hoje pelo Ministério de Economia do país. O recuo mensal, o terceiro consecutivo, contrariou a expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam avanço de 1,0%.
O volume total de encomendas em setembro foi o mais baixo desde agosto de 2014. Enquanto as encomendas estrangeiras caíram 2,4% em setembro ante o mês anterior, as encomendas domésticas registraram declínio de 0,6%.
Na comparação anual, as encomendas à indústria alemã sofreram redução de 1% em setembro, desconsiderando-se ajustes. 

Os contratos futuros de petróleo se recuperam nesta manhã, com os investidores aproveitando os preços baixos após a forte queda de ontem. Ainda assim, o aumento dos estoques de petróleo nos EUA e números fortes sobre a produção da Rússia limitam o avanço.

O cobre para dezembro cai 2% na Comex.

Futuros norte-americanos trabalham em leve alta.

O Tribunal de Contas da União (TCU) fará nova fiscalização para analisar a responsabilidade do Conselho de Administração da Petrobras em relação a atrasos e decisões que prejudicaram as obras e levaram à paralisação e a prejuízos bilionários verificados nas refinarias Premium I e II, que seriam construídas no Nordeste.

A decisão foi comunicada ontem pelo ministro-relator, José Múcio, e implica questionar diretamente a presidente Dilma Rousseff, que presidiu o conselho da estatal entre 2003 e 2010.


O gráfico diário do Ibovespa não conseguiu se sustentar acima de 48K.

Somente acima desse patamar passa confiança no curto prazo.

O viés continua inclinado para a compra.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário