sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Mar vermelho

Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam o pregão comprados em 97.064 contratos de índice futuro.

Mercado asiático fechou em direções mistas. Japão -2,76% e China + 0,86%. Europa em baixa generalizada.

O índice de confiança do consumidor da Alemanha caiu a 9,6 na pesquisa de outubro do instituto GfK, de 9,9 na leitura para setembro. O instituto de pesquisa alemão utiliza dados do mês atual para estimar o indicador para o mês seguinte. O resultado de outubro veio abaixo da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam queda marginal do indicador, a 9,8. Apesar de o declínio previsto na confiança ser o segundo consecutivo, o GfK avaliou que o índice permanece em um nível "muito bom". 

O índice de sentimento das empresas da Alemanha subiu para 108,5 em setembro, da leitura revisada a 108,4 em agosto, segundo dados publicados hoje pelo instituto alemão Ifo. O resultado surpreendeu analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam queda do indicador, a 107,9.

Dow Jones futuro cai 0,96%; S&P 500 cede 0,93%; Nasdaq perde 1,17%.

Petróleo e cobre operam sem direção.

No âmbito interno, logo após divulgar uma resposta à questão de ordem apresentada pela oposição na semana passada questionando o trâmite de um eventual processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, disse que a partir da semana que vem vai começar a se ater a avaliação dos pedidos de impeachment.

O gráfico diário do Ibovespa fechou colado numa forte região de suporte: 45.276-45.278, mínima de ontem e fundo do dia 01.09, respectivamente.



Se houver perda dessa região, em fechamento, a tendência de curtíssimo prazo muda para venda e mira 42.750 como alvo.

Por outro lado, uma penetração desse patamar no intraday, com reação ao longo do dia, seria sinal de penetração falsa e poderia abrir compra para o curtíssimo prazo.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário