quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Aversão ao risco antes da ata do Fomc

Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam o pregão comprados em 62.579 contratos de índice futuro.

Na Ásia a maioria das bolsas fecharam em baixa, sob efeito da volatilidade na China.
Japão -1,61% e China +1,23%, mas chegou a cair forte no intraday.

Segundo Fu Xuejun, estrategista da Huarong Securities, os investidores ficaram decepcionados por Pequim não ter resgatado o mercado ontem, quando a Bolsa de Xangai despencou 6,15%. Para Fu, a ação do governo é como se Pequim estivesse "fornecendo drogas demais aos mercados" e os investidores estão ficando muito dependentes de medidas de estabilização.
Europa em queda.

Alemanha cede 1,24% e França 0,94%.

O Parlamento da Alemanha votou nesta quarta-feira a favor do novo pacote de ajuda financeira à Grécia, que liberará uma ansiada injeção de dinheiro para o endividado integrante da zona do euro. Antes da votação, o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, disse aos congressistas que Atenas merecia mais ajuda, após aceitar duras reformas econômicas e cortes orçamentários ligados ao pacote de ajuda de 86 bilhões de euros (US$ 95 bilhões).
A moção do governo da Alemanha foi aprovada no Parlamento em Berlim por 454 votos a 113, com 18 abstenções. A votação é um importante passo para a adoção final do pacote pelos ministros das Finanças da zona do euro. Um primeiro desembolso, de 13 bilhões de euros, deve ocorrer nesta quinta-feira, quando Atenas já precisa pagar uma dívida de 3,4 bilhões de euros com o Banco Central Europeu (BCE)

O preço do minério de ferro caiu 0,2% no mercado à vista chinês, para US$ 55,9 a tonelada seca no mercado à vista chinês. Esse valor segue a referência do insumo com teor de concentração de 62% negociado no porto de Tianjin, na China.

Os contratos futuros de cobre operam em baixa, continuando a oscilar perto das mínimas em seis anos e em baixa pelo quarto dia consecutivo, com os investidores evitando assumir riscos, em meio aos temores sobre o futuro da demanda na China.

Futuros norte-americanos e petróleo em queda moderada.

Na agenda do dia, teremos estoques de petróleo (11h30) e ata do Fomc (15h) nos EUA e o fluxo cambial no Brasil às 12h30.

No cenário interno, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) registrou baixa de 1,89% no segundo trimestre deste ano em relação ao primeiro, na série com ajuste do BC.

O gráfico diário do Ibovespa mostra um spinning top, um candlestick de equilíbrio entre ursos e touros no pregão de ontem, marcado pela forte volatilidade e fechamento praticamente lateral, no preço médio do dia.



Isso torna o rumo do mercado doméstico mais previsível, pois para o lado que romper (mínima ou máxima de ontem), o benchmark deverá seguir no curto prazo.

Bons negócios!


Nenhum comentário:

Postar um comentário