segunda-feira, 6 de julho de 2015

Grécia agita as bolsas mundo afora

Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam a semana comprados em 53.649 contratos de índice futuro.

Ásia fechou em baixa generalizada, com exceção da China, que subiu 2,41%.

Europa em campo negativo, assim como os futuros norte-americanos.

O driver principal é a Grécia.

A população optou pelo "Não" no plebiscito realizado ontem, o que aumenta a lacuna entre o país e outros membros da zona do euro.

O ministro das finanças, Varoufakis, renunciou ao cargo.

O cobre para julho opera em queda de 3,86% na Comex.

Petróleo Brent cai 3,22% em Londres, enquanto na Nymex desvaloriza 5,18%.

No cenário interno, o relatório Focus apontou alta do IPCA para 2015 de 9,00% para 9,04% e retração do PIB para 2015 de 1,49% para 1,50%.

Além disso, o PSDB promete uma ofensiva mais forte contra o governo e a presidente Dilma, após a reeleição do senador Aécio Neves à presidência nacional do partido.

Depois da demora na aprovação das medidas pelo Legislativo, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, diz temer que as incertezas paralisem as empresas e aumentem o custo do ajuste fiscal
.
O gráfico diário do Ibovespa mostra o benchmark em posição de definição.

Médias inclinadas para venda e baixa de ponta a ponta na sexta-feira apontam para a perda da linha inferior da congestão no pregão de hoje.

A mínima do movimento lateral é 52.548, porém haverá forte suporte na região de 53.460, seguido por 52.285.

A perda do último sinaliza queda à vista para o curto prazo.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário