segunda-feira, 27 de julho de 2015

China derruba bolsas mundo afora


Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam a semana comprados em 52.383 contratos de índice futuro.

No exterior o cenário é de aversão ao risco. Japão fechou em baixa de 0,95% e China caiu 8,48%.
Europa opera no vermelho. Alemanha -1,71% e França 1,92%. Futuros norte-americanos têm baixa na ordem de 0,5%.

O lucro de grandes empresas industriais da China teve queda de 0,3% em junho ante igual mês do ano passado, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas do país. O recuo veio após o lucro do setor industrial chinês ter crescido 2,6% em abril e 0,6% em maio, também na comparação anual. 

O índice de sentimento das empresas da Alemanha subiu para 108,0 em julho, de 107,4 em junho, segundo dados publicados hoje pelo instituto alemão Ifo. O resultado veio acima da expectativa de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam modesta alta do indicador, a 107,5.
O subíndice do Ifo de condições atuais avançou a 113,9 em julho, de 113,1 em junho. Já o subíndice sobre as expectativas das empresas para os próximos seis meses aumentou para 102,4, de 102,0. 

O relatório Focus divulgado há pouco aponta aumento do IPCA para 2015 de 9,15% para 9,23% e retração do PIB para 2015 de 1,70% para 1,76%.

Ainda no cenário interno teremos a balança comercial às 15h e os balanços da Cremer, Jsl, MdiasBranco e Via Varejo no pregão de hoje.


O gráfico diário do Ibovespa mostra um mercado sobrevendido, com chances de um repique no curtíssimo prazo. Se houver rompimento da máxima de sexta-feira em 49.831 e do antigo suporte, agora resistência 49.910 abre espaço para o citado repique.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário