sexta-feira, 12 de junho de 2015

Grécia aciona venda na Europa

Bom dia investidor!

Estrangeiros voltaram a reduzir de forma significativa a posição comprada no índice futuro no pregão de ontem, de 49.226 para 44.310 contratos.

Japão: +0,12%.
China: 0,87%.

Velho continente em baixa generalizada.

FTSE: - 0,63%.
DAX: - 1.19%.
PCAC: 1,29%.
FTSEGREECE: - 5,84%.

Os investidores globais retiraram US$ 9,3 bilhões do mercado de ações de países em desenvolvimento na semana encerrada na quarta-feira, o maior volume desde o auge da crise financeira global, em 208, de acordo com dados da EPFR Global.

O cobre para julho tem leve baixa de 0,07% na Comex.

Futuros norte-americanos em baixa.

Dow Jones futuro cai 0,41%; S&P 500 recua 0,45%; Nasdaq perde 0,58%.

Petróleo para julho tem baixa de 1,20% na Ice e recua 1,35% na Nymex.

O FMI mandou um sinal claro de que a Grécia precisa intensificar os esforços nas negociações com credores internacionais sobre seu programa de ajuda.

O órgão decidiu suspender ontem as conversas sobre o resgate da Grécia diante da incapacidade dos envolvidos de fazer avanços em direção a um acordo, elevando o risco de que o país fique sem recursos financeiros e, em última instância, seja obrigado a deixar a zona do euro.

No cenário interno destaque para George Soros, que vendeu a sua participação na Petrobras.

O gráfico diário do Ibovespa mostra que o benchmark não conseguiu romper no pregão de ontem a média móvel exponencial de 21 períodos tampouco 54.250, ponto que sinalizaria reversão de curto prazo.

Fechou em leve baixa, porém acima de 53.510.

A perda desse patamar seria uma luz amarela para os comprados, mas baixa forte mesmo só viria com a perda do fundo em 52.665.

Bons negócios!




Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário