quarta-feira, 6 de maio de 2015

PMDB diz que não votará mais o ajuste fiscal

Bom dia investidor!

Estrangeiros voltaram a reduzir ontem a posição comprada no índice futuro, dessa vez de 85.618 para para 83.226 contratos.

Na Ásia tivemos baixa de 1,62% na China.

O PMI de serviços no gigante asiático (HSBC) subiu a 52,9 em abril, de 52,3 em março.

As bolsas no velho continente estão com viés de venda de curto prazo.

Hoje sobem timidamente após os fechamentos nas mínimas de ontem, ocasionado pela Grécia e ameaça do Reino Unido em sair da UE.

Ontem, após críticas de Lula na TV à terceirização, o PMDB disse que não voltará o ajuste fiscal.
Veremos no decorrer do pregão como o mercado recebe o fato.

gráfico diário do IBOVESPA mostra o mercado esticado, porém sem sinal de topo. Acima de 58.146, projeta 58.850.

A perda de 57.360, em fechamento, seria um sinal de exaustão e correção para o curto prazo.


Bons negócios!

Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário