quinta-feira, 14 de maio de 2015

MP 664 no radar

Bom dia investidor!

Japão: - 0,98%.
China: + 0,06%.

Europa trabalha em alta.

Inglaterra: + 0,21%.
Alemanha: + 0,64%.

Futuros norte-americanos em valorização.

Os pedidos de auxílio desemprego caíram para 264 mil, previsão de 273 mil nos Estados Unidos, enquanto o índice de preços ao produtor (PPI) caiu 0,4% em abril ante março, previsão +0,1%.

Petróleo e cobre operam perto da estabilidade.

Ajuste fiscal será o principal driver interno de hoje.

Podemos considerar uma derrota do governo na votação da MP 664, no que diz respeito ao fator previdenciário.

O planalto ganhou uma e perdeu duas na votação da MP 664.

Depois de aprovar fácil o texto-base que restringe o acesso às pensões por morte, duas emendas acabaram com a alegria do governo.

Uma delas manteve as regras atuais do auxilio-doença.

A outra, que ainda vai dar muito o que falar, eliminou a aplicação automática do fator previdenciário nas aposentadorias.

O balanço divulgado do Banco do Brasil e da JBS também deverão agitar o pregão.

Dados divulgados às 9h pelo IBGE apontam queda de 0,9% nas vendas do varejo em março ante fevereiro.

O gráfico diário do Ibovespa mostra perda de dois pontos importantes: 56.666 e 56.500.

A perda do segundo monta um pivot de baixa;

Primeiro alvo na média móvel exponencial de 21 períodos.

Se não segurar nela mira 55.250.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário