sexta-feira, 22 de maio de 2015

Discurso de Janet Yellen será o principal driver para o curto prazo

Bom dia investidor!

Japão: +0,30%.
China: + 2,83%.

Europa com a maior parte das bolsas em baixa.
Londres: + 0,62%.
Frankfurt: - 0,35%.

Futuros norte-americanos trabalham de forma lateral após atingirem máximas históricas, à espera do discurso da presidente do Fed Janet Yellen hoje às 14h.

O núcleo do CPI subiu 0,3% em abril ante março; previsão +0,2%.

Petróleo WTI: - 0,71%.
Cobre: - 1,06%.

No cenário interno, o ajuste fiscal segue na pauta.

Com perdas parciais nas votações no congresso, a mão pesada do governo começa a atingir outros setores da economia.

Existem fatos e boatos.

Boatos são boatos até que se tornem fatos.

Fatos: Eletrobras perdeu o seu grau de investimento, DOU deve publicar hoje o aumento da CSLL de 15% para 20% e fundos de investimentos e de pensão em oito países, incluindo Canadá, Emirados Árabes, Coreia do Sul, Hong Kong, Austrália, e até uma associação de caridade dos Estados Unidos entraram com um novo processo contra a Petrobras na Corte de Nova York pedindo uma indenização pelos supostos prejuízos bilionários.

O governo vai anunciar hoje o corte no orçamento às 15h.

O IPCA-15 subiu 0,60% em maio, ante 1,07% em abril.

O gráfico diário do Ibovespa mostra um repique após a baixa recente.

Temos forte suporte na região ao redor de 55.000.

Um fechamento abaixo de 54.960 seria um sinal de continuidade da queda para a próxima semana.

Se voltar a subir nessa sessão e fechar acima da máxima de ontem (55.112), o repique poderá continuar até as médias móveis, que atuarão como resistências.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário