quinta-feira, 2 de abril de 2015

Minério caiu mais 4,7% na China

Estrangeiros iniciam o pregão comprados em 83.314 contratos de índice futuro.

Ásia fechou em alta generalizada.

Europa trabalha sem direção única.

Futuros norte-americanos em queda, assim como o petróleo e metais.

O minério de ferro caiu mais 4,7%, para US$ 46,7 a tonelada na China.

Investidores da Petrobras nos EUA entraram com ações individuais.

Ventila-se nos veículos de mídia que as perdas da operação Lava Jato não serão incluídas nos balanços.

Veremos como os ativos da estatal irão reagir.

Nos EUA os pedidos de auxílio desemprego caíram para 268 mil, previsão 285 mil e o déficit comercial caiu para US$ 35,44 bilhões em fevereiro, previsão - US$ 41,5 bilhões.

O gráfico diário do IBOV mostra o mercado doméstico em uma região decisiva.

Se romper a máxima de ontem teremos pivot de alta e domínio comprador de curto prazo.

Porém se o pregão for negativo, será um sinal de queda para a próxima semana, pois a região é de forte resistência e poderíamos ter o desenho de um topo duplo.




Wagner Caetano 
Top trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário