segunda-feira, 13 de abril de 2015

Balança comercial chinesa no radar

Bom dia investidor!

A semana promete ser agitada, com vencimento do índice futuro na quarta-feira.

O mercado vai precificar a instabilidade política e a expectativa sobre o balanço da Petrobras no cenário interno.

No exterior, viés de indefinição, com inclinação baixista, após a balança comercial chinesa decepcionar.

No mês passado, as exportações caíram 10,0% na comparação anual, depois de um avanço de 48,3% em fevereiro.

Os economistas consultados pela Dow Jones Newswires esperavam aumento de 15,0%.

As importações, por sua vez, recuaram 12,7%, ante uma expectativa de queda de 12,0%.

Teoricamente, os mercados deveriam responder com pressão vendedora, mas existem expectativas por estímulos monetários, que podem estancar uma queda de maior magnitude.

Ainda na China, o minério de ferro subiu 3,2% e fechou cotado a US$ 48,8/T.

Petróleo em alta.

Cobre estável.

O gráfico diário do Ibovespa mostra o benchmark se sustentando fora do canal de alta, que poderá ser replicado e trazer uma pernada na compra para o médio prazo.

Porém se começar a precificar os fundamentos, o mercado doméstico deverá penetrar o canal, levando junto o média móvel exponencial de 21 períodos e 53.290, ponto que poderá desencadear uma correção mais forte, pois é eixo de um possível M, figura baixista.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário