quinta-feira, 30 de abril de 2015

Mercado digerindo FED e COPOM

Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam a quinta-feira comprados em 92.015 contratos de índice futuro.

A Bolsa divulgou a 3ª prévia do Ibovespa para o período de maio a agosto de 2015.

Ontem o COPOM aumentou a SELIC para 13,25% ao ano, deixando a porta aberta para mais aumentos.

A Vale registrou prejuízo de R$ 9,538 BI no 1TRI15, números afetados pelo câmbio e pelo minério de ferro.

A China foi o destino de 50,1% das vendas do minério de ferro e pelotas no 1TRI15.

Falando em minério de ferro, ele fechou o mês de abril com valorização de 10,2% na China, porém ontem recuou mais 1,2%.

O cobre tem alta de 2,16% na Comex.

Petróleo em alta.

Na Europa, após a pancadaria de ontem, temos leve repique.

Por lá temos forte sinal de baixa nos gráficos diários, com perdas de importantes suportes de curto prazo.

gráfico diário do Ibovespa aponta sinal de topo entre os dias 24 e 27 de abril, uma pinça.

O suporte intermediário continua sendo 55.250 e o ponto chave, divisor de águas entre a compra e a venda 54.960.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Fluxo cambial, FED e COPOM são os destaques do dia

Bom dia investidor!

Investidores estrangeiros iniciam o pregão comprados em 94.159 contratos de índice futuro.

Europa e futuros norte-americanos em baixa generalizada, testando novas mínimas sucessivamente.

Hoje a palavra de ordem será volatilidade.

FED poderá sinalizar o timing do início do aperto dos juros nos EUA (15h).

No cenário interno teremos o ministro da Fazenda Joaquim Levy em audiência pública na Câmara e o COPOM após o fechamento do mercado, que deve subir a SELIC para 13,35%.

A temporada de balanços segue firme no Brasil e Estados Unidos.

Teremos os esperados números do fluxo cambial às 12h30.

Destaque para os números do Bradesco que devem mexer com o setor.

PIB norte-americano divulgado às 9h30 cresceu à taxa anualizada de 0,2% no 1°TRI de 2015, previsão+1,0%.

Petróleo e cobre aceleraram a queda após o indicador.

gráfico diário do Ibovespa mostra um teste no ponto que citamos ontem como decisivo: 54.960.

Forte suporte, foi respeitado e gerou um movimento de alta intraday.

Se for perdido, especialmente em fechamento, teremos correção no curto prazo. Acima desse patamar a compra segue firme.

Suporte intermediário em 55.250, cuja perda projeta novo teste do decisivo 54.960.



Bons negócios!

Wagner Caetano
Top Trader 

terça-feira, 28 de abril de 2015

Europa e futuros norte-americanos em baixa

Bom dia investidor!

Velho continente e futuros nos EUA em baixa nessa manhã.

Petróleo e cobre também recuam.

No cenário interno, os investidores brasileiros poderão aderir à ação contra a Petrobras nos Estados Unidos.

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 6,2% em março, ante 5,9% em fevereiro.

Moody's reafirmou o rating da estatal, com perspectiva estável.

Na terra do Tio Sam teremos hoje balanços de gigantes como Ford, Twitter e Pfizer.

Na China, tivemos fechamento em baixa de 1,13%.

O minério de ferro subiu novamente e fechou cotado a US$ 59,2, alta de 0,9%.

O órgão regulador de ativos imobiliários da China fez hoje um alerta aos investidores sobre os riscos do mercado.

Na Austrália, a bolsa caiu pressionada por mineradoras, vamos ver as movimentações da Vale hoje.

gráfico diário do Ibovespa mostra uma pinça de topo, sinal de correção.

Se houver perda da média móvel exponencial de 5 períodos acende a luz amarela para os comprados; se perder 55.250 acende a luz laranja.

O ponto decisivo e divisor de águas entre a compra e a venda será 54.960, cabeça do pivot de alta rompido semana passada. 




Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Temporada de resultados à vista

Bom dia investidor!

Europa e futuros norte-americanos sobem como se não houvesse amanhã.

Dinheiro fácil e barato injetado na economia é direcionado para a renda variável, mercado de risco, inflando as cotações.

Petróleo e cobre em leve alta.

Nasdaq, por exemplo, está no mesmo patamar da bolha ponto com.

Na China tivemos fechamento a 4.527,40, alta de 3,04%.

No gigante asiático o lucro industrial teve queda anual de 0,4% em março.

No acumulado da janeiro a março, houve queda de 2,7% em relação a igual período de 2014.

Fitch rebaixou o rating do Japão para A, com perspectiva estável.

No cenário interno, os balanços corporativos estarão na mira dos investidores.

Klabin, M. Dias Branco, Souza Cruz, Hypermarcas e Tractebel abrem seus números hoje.

Relatório Focus aponta IPCA de 8,23% para 8,25% e queda do PIB de 1,03% para 1,10% em 2015.

Morgan Stanley cortou projeções para ações da Petrobras e Credit Suisse rebaixou a recomendação para ações da BB Seguridade de outperform para neutro.

gráfico diário do Ibovespa mostra que temos o benchmark esticado, sentindo uma resistência na região de 57K.

Se houver fechamento acima de 56.666, mostra força e mira 57.360.

Um pregão de baixa hoje seria um sinal de correção para o curtíssimo prazo.






Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Mundo Verde

Bom dia investidor!

Bolsas em alta generalizada: Europa, futuros norte-americanos e índice futuro no Brasil.
Japão e China fecharam em baixa.

O mercado financeiro vive um momento de alta liquidez, sem o aumento dos juros nos Estados Unidos e QE na Europa, o dinheiro farto é direcionado aos mercados de risco e fazem inflar as cotações, descolando dos fundamentos.

Máximas históricas mundo afora não são mais novidade.

A Nasdaq bateu recorde pela primeira vez em 15 anos.

Na China, o mercado de trabalho desacelerou e criou 3,24 milhões de empregos no 1°TRI.

A comissão reguladora negou a intenção de subir imposto sobre transações de ações e retomar o tributo sobre ganhos de capital.

O minério de ferro avançou mais 5,9% no gigante asiático, fechando a US$ 57 a tonelada.

Na Alemanha o índice IFO de sentimento das empresas subiu a 108,6 em abril; previsão 108,4.

No cenário interno, a Petrobras confirmou que espera divulgar o balanço do 1TRI15 no dia 15 de maio.

Duelo de vaidades entre Renan e Cunha é um driver a ser observado.

O gráfico diário do Ibovespa mostrou força ao romper 54.960, ponto que marcamos ontem no relatório.

Levou junto no movimento 55.250, suporte imediato pelo princípio a inversão de polaridade da análise técnica.




Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Balanço da Petrobras e PMI Industrial na China no radar

Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam o pregão comprados em 81.914 contratos de índice futuro.

Apesar da alta de ontem eles diminuíram o saldo em 270 contratos.

Europa em forte baixa.

Futuros norte-americanos em baixa moderada, assim como o petróleo em Londres e Nova York.
O índice GFK de confiança do consumidor alemão subiu a 10,1 em maio, máxima desde 2001, por outro lado os PMIs vieram fracos e, juntamente com os receios em relação à Grécia, derrubam as bolsas no velho mundo.

Frankfurt: - 1,36%.
Paris: - 0,97%.

Na China, o PMI industrial preliminar medido pelo HSBC caiu a 49,2 em abril, menos nível em 12 meses.

O natural seria um impacto negativo em ações de siderurgia e mineração, porém alguns investidores podem interpretar a fraqueza do indicador como sendo motivo para mais estímulos econômicos.

No cenário interno, a Petrobras divulgou o balanço tão aguardado.

Perdas de R$ 6,1 bilhões com corrupção apurada pela Lava Jato e desvalorização dos ativos de R$ 44,6 bilhões.

O prejuízo acumulado em 2014 foi de R$ 21,5 bilhões.

ADR da estatal cai 4,82% no pré-mercado nos EUA.

O gráfico diário do IBOV mostra que o benchmark respeitou ontem a linha superior do canal de alta rompido como suporte.

O rompimento de 54.960 seria um sinal de força compradora e continuidade da alta.

Porém, espera-se um pregão negativo para essa quinta-feira, com o teste de da linha superior do canal mais uma vez como o movimento mais provável.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Grécia e Petrobras na mira dos investidores

Bom dia investidor!

Estrangeiros comprados em 82.184 contratos de índice futuro.

Petróleo opera em queda na Ice e Nymex.

Cobre em terreno positivo na Comex.

Velho continente e futuros norte-americanos em baixa, com temores sobre um possível default grego e saída do país da Zona do Euro no radar.

Na agenda do dia teremos a vendas de moradias usadas às 11h00 e os estoques de petróleo bruto às 11h30 nos Estados Unidos.

Na China, às 22h45, conheceremos nos números do PMI industrial (preliminar) medido pelo HSBC.

No cenário interno, teremos o aguardado balanço da Petrobras após o fechamento do mercado e mais cedo o 
fluxo cambial, às 12h30.

As ADRs da estatal fecharam em queda de 2,89% (PBR.A) e a PBR -2,17% em NY.

gráfico diário do Ibovespa mostra o benckmark com a média móvel exponencial de 5 períodos apontada para baixo e um fechamento sobre a linha superior do canal de alta.

Se houver penetração dessa linha, a baixa deverá seguir rumo a 52.710 ou mesmo 52.285-52.320, cabeça do pivot de alta rompido no início de abril.



Bons negócios!

Wagner Caetano
Top Traders

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Vencimento de opções nessa segunda-feira

Bom dia investidor!

Estrangeiros iniciam a semana comprados em 80.551 contratos de índice futuro.

Europa e futuros norte-americanos em alta, refletindo estímulos chineses.

O gigante asiático anunciou um corte agressivo no compulsório para estimular a economia, o maior desde 2008.

Na Europa a Grécia continua no radar.

Nos EUA o balanço do Morgan Stanley é um dos principais destaques.

Petróleo e cobre operam em baixa.

No cenário interno, o balanço da Petrobras, previsto para quarta-feira, será o principal driver, juntamente com o vencimento dos contratos de opções.

Agência de risco S&P revisou para negativa a perspectiva para os bancos Safra, Daycoval, Fibra, Mercantil do Brasil, Bic Banco e Banco do Estado do Pará.

Relatório Focus apontou IPCA para 2015 de 8,13% para 8,23% e retração do PIB em 2015 de 1,01% para 1,03%.

gráfico diário do Ibovespa mostra um sinal de topo (pinça) com a confirmação na sexta-feira.

Houve perda da média móvel exponencial de 5 períodos como suporte e agora deverá testar a linha superior do canal de alta como piso.

Se penetrar o canal mira 53.300 no curtíssimo prazo.







Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Grécia pesa na Europa

Bom dia investidor!

Bolsas e commodities em baixa mundo afora.

Após a escalada recente, temor com um possível calote grego é um driver de venda para essa sexta-feira.

DAX (Alemanha) em baixa de 1,93% e PCAC (França) - 1,57%.

Na China, o minério de ferro subiu 1,4%, fechando a semana cotado a US$ 50,7 a tonelada.
O valor segue a referência do insumo com teor de concentração de 62% negociado no porto de Tianjin.

Nos EUA o CPI subiu 0,2% em março ante fevereiro, previsão +0,3%.

No cenário interno, a produção de óleo e gás da Petrobras caiu 1,3% em março ante fevereiro.
Além disso a estatal confirmou o balanço auditado para 22 de abril e que não pagará dividendos conforme ventilado ontem.

gráfico diário do Ibovespa mostra um sinal de topo marcado ontem, que deverá desencadear um pregão de realização de lucros, de baixa relevante.

A linha superior do canal de baixa é um alvo certo para o movimento, decidindo se é apenas uma correção técnica ou reversão.

Bons negócios!




Wagner Caetano
Top Trader

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Grécia derruba as bolsas na Europa

Bom dia investidor!

Investidores estrangeiros iniciam a sessão comprados em 94.272 contratos de índice futuro.

Bolsas no velho continente e futuros norte-americanos em baixa, assim como o petróleo.

Na China, o investimento estrangeiro direto subiu 2,2% em março de 2015 ante março de 2014. Nos EUA, Goldman Sachs, Citigroup e American Express publicam seus resultados nessa quinta-feira.

As construções de moradias iniciadas subiram 2,0% em março, previsão +15,9%, enquanto as permissões para novas obras caíram 5,7% em março, previsão -0,2%.

Os pedidos de auxílio desemprego subiram para 294 mil, previsão 280 mil.

No cenário interno, a Petrobras desmentiu a venda de ativos no pré-sal e ventila-se na imprensa que os protestos podem intimidar o Congresso, ameaçando o ajuste fiscal.

O Bank of America Merrill Lynch reduziu a recomendação de Gerdau para neutro.

Temos todos os ingredientes para marcar topo no Ibovespa.

Mercado bastante esticado e longe da média móvel exponencial de 21 períodos.

Se mostrar força e romper 55.250, terá parada somente em 57.360.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Vencimento do Índice Futuro

Bom dia investidor!

Estrangeiros diminuíram a posição comprada de 88.424 para 83.912 contratos de índice futuro no pregão de ontem.

Hoje vence o contrato J15 e a liquidez já passou, logo após a abertura, para o M15.

Expectativa pelo balanço da Petrobras após a reunião do Conselho no dia 22 de abril, juntamente com o corte da Vale pelo JP Morgan deverão ser os principais drivers internos na sessão de hoje.

Na China, o PIB cresceu 7,0% no 1°TRI de 2015 ante 1°TRI de 2014, previsão +6,9% e 1,3% no 1°TRI de 2015 ante 4°TRI de 2014.

A produção industrial cresceu 5,6% em março ante março de 2014, previsão +6,9%, enquanto as vendas no varejo cresceram 0,71% em março ante fevereiro e 10,7% na comparação anual.

Os investimentos em ativos fixos urbanos subiram 13,5% no 1°TRI15/1°TRI14, previsão +13,9%.

A produção industrial anual teve alta de 6,4% no 1°TRI, abaixo da economia como um todo.

O comércio exterior teve queda anual de 6,0% no 1° Trimestre, exportações subiram 4,9%.

Na Europa, temos alta generalizada, com exceção da Grécia, que opera em campo fortemente negativo.

BCE manteve a taxa de refinanciamento em 0,05%, a taxa de depósitos em -0,20% e a taxa de empréstimos marginais em 0,30%.

Cobre em queda de 0,80% na Comex.

Petróleo em alta de 1,24% na Nymex e 1,23% na Ice.

gráfico diário do Ibovespa mostra um sinal de topo marcado anteontem, através de um doji lápide, levemente confirmado ontem após fechamento abaixo de 54.000.

A sessão de hoje será decisiva, pois uma nova baixa, mesmo que leve, confirmará o padrão e correção para o curto prazo.

O movimento é lateral desde a semana passada.

Um rompimento de 54.866 desmontaria a formação de topo e projetaria 55.250.



Bons negócios!

Wagner Caetano
Top Trader

terça-feira, 14 de abril de 2015

Petrobras deverá divulgar o balanço dia 22 de abril

Bom dia investidor!

A produção industrial na Zona do Euro subiu 1,1% em fevereiro ante janeiro; previsão +0,3%, maior alta mensal desde abril/2014.

Cobre recua 1,25% na Comex.

O minério de ferro fechou com alta de 2,7%, a US$ 50,1 a tonelada na China.

Europa trabalha em baixa após marcar máxima histórica, com Grécia no radar.

Futuros norte-americanos realizam lucros, em leve desvalorização.

Balanços de grandes bancos deverão agitar o pregão em Nova York.

As vendas no varejo subiram 0,9% em março ante fevereiro; previsão +1,1%, enquanto o PPI subiu 0,2% em mar/fev, em linha com a previsão.

A Petrobras será o principal driver interno nessa terça-feira.

A empresa confirmou o balanço para o dia 22 de abril e o Bank Of America Merrill Lynch elevou a recomendação para compra.

O gráfico diário do Ibovespa mostra um candle com pressão vendedora, vide a longa sombra superior.

Trata-se de um doji lápide, sinal de topo.

Se a mínima for perdida, em fechamento (54.000), teremos correção de curto prazo.




Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Balança comercial chinesa no radar

Bom dia investidor!

A semana promete ser agitada, com vencimento do índice futuro na quarta-feira.

O mercado vai precificar a instabilidade política e a expectativa sobre o balanço da Petrobras no cenário interno.

No exterior, viés de indefinição, com inclinação baixista, após a balança comercial chinesa decepcionar.

No mês passado, as exportações caíram 10,0% na comparação anual, depois de um avanço de 48,3% em fevereiro.

Os economistas consultados pela Dow Jones Newswires esperavam aumento de 15,0%.

As importações, por sua vez, recuaram 12,7%, ante uma expectativa de queda de 12,0%.

Teoricamente, os mercados deveriam responder com pressão vendedora, mas existem expectativas por estímulos monetários, que podem estancar uma queda de maior magnitude.

Ainda na China, o minério de ferro subiu 3,2% e fechou cotado a US$ 48,8/T.

Petróleo em alta.

Cobre estável.

O gráfico diário do Ibovespa mostra o benchmark se sustentando fora do canal de alta, que poderá ser replicado e trazer uma pernada na compra para o médio prazo.

Porém se começar a precificar os fundamentos, o mercado doméstico deverá penetrar o canal, levando junto o média móvel exponencial de 21 períodos e 53.290, ponto que poderá desencadear uma correção mais forte, pois é eixo de um possível M, figura baixista.



Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Petrobras reafirma que balanços de 2014 não tem data definida

Bom dia investidor!

Japão fechou em baixa de 0,15% e China em alta de 1,94%.

Europa e futuros norte-americanos em terreno positivo.

Na China o CPI subiu 1,4% em março de 2015 ante igual mês de 2014, em linha com previsão, enquanto o PPI caiu 4,6% em março de 2015 ante igual mês de 2014. previsão -4,6%, sugerindo a continuação da política mais acomodatícia no país.

Petróleo e cobre em alta.

Nos EUA, conhecemos às 9h30 o índice de preços das importações, que caíram 0,3% em mar/fev; previsão -0,3%.

No cenário interno, veremos como o rebaixamento dos bancos pelo Credit Suisse vai repercutir no pregão que encerra a semana, uma vez que ontem seus ativos foram penalizados com pesadas ordens de venda.

A colocação do rating do Brasil em perspectiva negativa pela Fitch não surtiu efeito ontem, porque a Petrobras, juntamente com as empresas do setor educacional e exportadoras de papel e celulose seguraram as cotações.

gráfico diário do Ibovespa mostra cansaço na compra, com três pregões de indefinição.

A perda da região de 53.300, em fechamento, com penetração da média móvel exponencial de 5 períodos e do canal de alta, seria um sinal claro de queda para o curtíssimo prazo.





Bons negócios!
Wagner Caetano
Top Trader

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Europa verde x futuros americanos vermelhos

Bom dia investidor!

Investidores estrangeiros diminuíram a posição comprada no índice futuro de 93.661 para 87.211 contratos no pregão de ontem.

Na Ásia, o rali de alta continuou em Hong Kong e Japão, porém na China o pregão fechou em 0,93% de desvalorização.

Europa trabalha em terrenos positivo, como reflexo do pagamento em dia efetuado pela Grécia ao FMI e pela produção industrial na Alemanha que subiu 0,2% em fevereiro ante janeiro, previsão de estabilidade.
Petróleo e metais em alta.

Futuros norte-americanos em baixa, com investidores digerindo a ata do FED.

Por lá tivemos às 9h30 os números dos pedidos de auxílio desemprego, que subiram para 281 mil, previsão de 280 mil.

clique na figura para ampliar

O gráfico diário do Ibovespa mostra um candle com longa sombra superior, uma estrela cadente.

Trata-se de um sinal claro de topo, cuja confirmação se dará se houver fechamento abaixo de 53.500.

Nesse caso o canal de alta rompido seria penetrado, indicando correção de curto prazo.

Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Ata do FED às 15h no radar

Investidores estrangeiros iniciaram o pregão de hoje comprados em 93.661 contratos de índice futuro.

O vencimento do contrato J15 será no dia 15 de abril, pois o índice futuro vence sempre na quarta-feira mais próxima do dia 15, nos meses pares.

O próximo vencimento será o M15.

Bolsas na Europa fecharam majoritariamente em queda, com destaque para o índice DAX que fechou 0,72% em terreno negativo.

Bolsas norte-americanas trabalham em leve alta, à espera da ata da FED que será divulgada às 15h.

Michel Temer nomeado para a articulação política e IPCA um pouco abaixo das expectativas mantém o mercado doméstico em alta.

O fluxo cambial financeiro foi negativo em US$ 71,6 milhões entre 30 de março e 2 de abril.

O gráfico diário do Ibovespa mostra um sinal de topo no pregão de ontem, porém somente uma baixa firme para confirmar o sinal, uma vez que o mercado está bastante esticado e sugere uma correção.






Wagner Caetano
Top Trader