quarta-feira, 11 de março de 2015

Investidores divididos entre China e BCE

Investidores estrangeiros iniciam o pregão comprados em 75.836 contratos de índice futuro.


Na China as vendas no varejo subiram 0,93% em fevereiro ante janeiro, enquanto os investimentos em ativo urbanos subiram 13,9% nos primeiros 2 meses do ano.

A produção industrial decepcionou, com aumento de 6,8% nos 2 primeiros meses do ano ante uma expectativa de + 7,6%.

As vendas de moradias caíram 16,7% no mesmo período.

O minério de ferro caiu 1,4% para 57,7/T.

QE na Europa e discurso de Mario Dragui anima as bolsas no velho continente.

Petróleo e futuros norte-americanos em leve alta.

No cenário interno, Levy costurou acordo com Renan Calheiros para a correção da tabela do IRO impacto será de R$ 6 bilhões em 1 ano com a nova tabela.

O gráfico diário do Ibovespa mostra a perda em fechamento do importante 48.722, agora resistência de houver repique pelo princípio de inversão de polaridade da análise técnica.

Suporte mais próximo em 47.840, seguido por 47.500 e 47.370.

Médias cruzadas para venda indicam domínio dos ursos, porém um repique não está descartado no intraday.

Imagem inline 1

Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário