segunda-feira, 2 de março de 2015

Ajuste Fiscal e China no radar

O PMI industrial na China (HSBC) subiu para 50,7 em fevereiro ante 49,7 em janeiro, enquanto o PMI industrial oficial subiu para 49,9 em fevereiro, de 49,8 em janeiro.

O subíndice de novas encomendas subiu para 50,4 em fevereiro, ante 50,2 no mês anterior.

Além disso, o Banco do Povo da China reduziu as taxas de juros de referência pela segunda vez em quatro meses no sábado, em um novo sinal de preocupação com a desaceleração do crescimento.

Já o PMI de serviços oficial subiu para 53,9 em fevereiro, de 53,7 em janeiro.

Europa trabalha em leve baixa, futuros norte-americanos de forma estável, assim como o cobre.

Petróleo opera em queda tanto em Londres quanto Nova York.

No cenário interno, relatório Focus apontou IPCA de 7,33% para 7,47% em 2015 e retração do PIB de 0,50 para 0,58% em 2015.

A polêmica entre o Ministro Joaquim Levy e a presidenta Dilma Roussef quanto a desoneração da folha rendeu manchetes no final de semana e não deve ser bem vista pelos investidores.

O gráfico do Ibovespa mostra que o benchmark tocou a linha superior de um canal de baixa e sentiu na sexta-feira, montando um padrão chamado estrela cadente, que sugere alguns dias de correção, especialmente de houver perda de 51.240 e depois 50.973.



Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário