sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Sexta-feira 13 para os vendidos

No pregão que antecede a folia de carnaval no Brasil, temos alta generalizada mundo afora.

Cessar fogo na Ucrânia, corte de juros na Suécia e crescimento maior que o esperado na Zona do Euro são os principais market movers para a escalada.

Um novo plano de resgate para a Grécia também ajuda a impulsionar as cotações.

Petrobras vai continuar no radar, uma vez que o balanço auditado deverá ser divulgado até o final de maio com uma metodologia mais adequada.

Haverá planejamento financeiro e redução de investimentos.

Petróleo avança mundo afora.

Na agenda do dia teremos os preços das importações às 11h30 e a confiança do consumidor às 13h nos EUA.
As ações do setor de educação deverão ter mais uma sessão de destaque, após o ministro Cid Gomes ceder em parte e anunciar que abrirá no dia 23 o sistema para novos contratos do Fies.

Usiminas vai divulgar hoje os seus números, inaugurando os balanços entre as siderúrgicas.

Um prejuízo da ordem de R$ 176 milhões já está embutido nas cotações.

Deveremos ter alta volatilidade ao longo do dia no papel.

Ontem o Ibovespa rompeu a LTB que separa o joio do trigo.

Agora o desafio fica por conta de uma forte região de resistência entre 49.700 e 50.280, máxima do ano, lembrando que 49.816foi a máxima de fevereiro.






Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário