sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Pregão pós-Natal

Bom dia investidor!

Esperamos que seu Natal tenha sido o melhor possível.

O pregão de hoje tem todos os sintomas da ressaca: lento, pouco objetivo, sem definição nem pegada.
A liquidez será reduzida no Brasil.

Nos Estados Unidos as bolsas funcionam normalmente (futuros operam em alta nessa manhã) e no velho continente estarão fechadas.

Metais trabalham de forma lateral e petróleo em alta moderada.

Desdobramentos em relação à Petrobras deverão guiar o pregão, pois a agência de risco Moody's colocou o rating da empresa em revisão para um possível rebaixamento.

O minério de ferro fechou na China com queda acumulada de 4% na semana, cotado a US$ 66,7 a tonelada.
Interpretamos essa sexta-feira como oportunidade para entradas pontuais em alguns ativos.

IBOV rompeu em fechamento a média móvel exponencial de 21 períodos e mira agora 51.240, fundo marcado na virada de maio para junho de 2014.

Suporte imediato na própria média de 21.




Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário