terça-feira, 18 de novembro de 2014

Mercado pós-opções

Ontem tivemos o vencimento dos contratos de opções, uma das principais agendas do mercado doméstico.

Os estrangeiros aproveitaram a queda e aumentaram o saldo comprado no índice futuro para 110.195 contratos.

presidenta Dilma voltou ontem da Cúpula do G-20 e está reunida nessa manhã com Aloizio Mercadante, Ministro da Casa Civil.

O episódio da Petrobras e a reforma ministerial devem ser as pautas.

O índice futuro opera em alta de 0,44% às 9h20, com o dólar futuro caindo 0,67%.

O investidores esperam um nome de impacto para a Ministério da Fazenda, como uma forma de compensação frente aos problemas fiscais e de corrupção que o país enfrenta.

Na China, o IED subiu para US$ 8,53 bilhões em outubro, alta de 1,3%.
Europa com alta generalizada.

Índice ZEW de expectativas econômicas subiu para 11,5 em novembro na Alemanha.
Futuros norte-americanos laterais.

Por lá teremos PPI às 11h30 e índice de confiança das construtoras às 13h00.

Míni-dólar tocou uma forte resistência sexta-feira: 2.636,00.

Deixou uma estrela cadente no dia e poderá corrigir se houver consolidação abaixo de 2.600,00.




Wagner Caetano
Top Trader

Nenhum comentário:

Postar um comentário