quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Dólar forte e PMI chinês abaixo do esperado

PMI de serviços na China medido pelo HSBC caiu para 52,9 em outubro, de 53,5 em setembro.

minério de ferro renovou a sua mínima em 5 anos e fechou cotado a US$ 76/TON.
Petróleo e cobre em queda.

Nos EUA o relatório ADP sobre emprego no setor privado sai às 11h15.

Na Zona do Euro, o PMI composto subiu a 52,1 em outubro, de 52,0 em setembro.

Banco do Brasil teve lucro líquido em linha com as projeções dos analistas, alta de 2,8% em 12 meses (contábil).

Esse balanço, juntamente com a expectativa pelo anúncio de reajuste nos combustíveis, previsto para ontem porém não confirmado, serão, juntamente com a aguardada equipe econômica do segundo mandato da presidenta Dilma, os catalisadores de negócios dessa quarta-feira.

Dólar forte mundo afora, após os republicanos conquistarem o senado nos Estados Unidos.

Ibovespa afunilando nos últimos pregões, anunciando um movimento mais consistente para os próximos dias.

O rompimento de 54.630 projeta alta para o curto prazo, rumo ao decisivo 55.250 na primeira batida.

Suportes imediatos nas médias móveis, que devem segurar no curto prazo.


Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário