sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Tensão Total

Investidores estrangeiros aumentaram a aposta na compra do índice futuro, aumentando de 70.525 para 73.342contratos a exposição.

Na agenda do dia, teremos o aguardado relatório de emprego norte-americano (PAYROLL) às 9h30 e a balança comercial no mesmo horário, depois o ISM Services às 11h00.

No Brasil, conheceremos o PMI do setor de serviços de setembro, medido pelo HSBC.
Bolsas na Europa avançam fortemente nessa manhã, um repique após uma seqüência de baixas.

O PMI composto da Zona do Euro caiu para 52 em setembro, de 52,4 em agosto.

As vendas no varejo da região tiveram o melhor resultado desde dezembro de 2009.

Na China, o PMI de serviços oficial caiu para 54 em setembro, de 54,4 em agosto.

Ebola e fatores geopolíticas na Ucrânia e Iraque continuam no radar, porém não impedem uma reação dos futuros norte-americanos nessa sessão.

No Brasil, tensão total, no último pregão antes do primeiro turno.

Teremos repercussão do debate promovido pela rede Globo e das pesquisas eleitorais Ibope e Datafolha para a corrida presidencial.

leitura prática e resumida é que temos chances remotas de uma vitória de Dilma em primeiro turno e um segundo turno é praticamente líquido e certo, onde será necessário uma união de partidos e lideranças para vencer a atual presidenta.

Basta saber quem será o adversário.

Datafolha mostrou novamente uma tendência de alta de Aécio e de baixa de Marina, porém de forma lenta.

A questão é saber se haverá tempo suficiente para essas médias móveis se cruzarem e levarem o tucano para o segundo turno, onde chegaria fortalecido e renascido das cinzas.

O mercado estará de olho nas denúncias do doleiro Youssef e do PSDB sobre o uso dos Correios para distribuir material da campanha do PT.


Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário