terça-feira, 19 de agosto de 2014

O dia pós-Marina e vencimento de opções

No pregão de hoje teremos uma leitura mais racional da pesquisa eleitoral que mostra a candidata Marina Silva empatada tecnicamente com Aécio Neves para a corrida presidencial.

O que podemos afirmar é que haverá segundo turno.

A disputa será entre quais candidatos.

Marina parece ter mais chances de vencer Dilma no segundo turno, portanto movimentações a favor da candidata serão bem-vindas no mercado doméstico.

Ontem tivemos um movimentado vencimento de opções sobre ações.

Normalmente os negócios costumam ser direcionais e definidos após o vencimento, portanto a congestão que vivemos desde o início de agosto deverá ser rompida nos próximos pregões.

No exterior crises na Ucrânia e Faixa de Gaza continuam no radar, assim como o mercado imobiliário chinês, que mostra sinais de fraqueza.

Nos EUA, dados de inflação (CPI) vieram em linha com o esperado, as permissões para novas obras avançaram 8,1% em julho, previsão de +3,3% e as construções de moradias iniciadas subiram 15,7% em julho ante junho, previsão +7,6%; dessa forma, o dólar reage com valorização ante outras moedas.

IBOV terá um pregão decisivo, sinalizando o rumo dos negócios no curto prazo nessa terça-feira.

Apenas na perda de 56.750 os vendedores mostram força.

Acima disso a tendência permanece altista.



Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário