sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Aversão ao risco predomina mundo afora

Investidores estrangeiros iniciam o mês de agosto comprados em 91.736 contratos de índice futuro.

O acompanhamento dessa posição assim como as oscilações do dólar serão importantes sinais para o mês que se inicia nessa sexta-feira.

Balanços corporativos programados para hoje: Banco ABC Brasil, Copasa e V-Agro.

Europa e futuros americanos em baixa.

Aversão ao risco predomina sobre bons números de PMI na Zona do Euro e China.

Questões geopolíticas na Ucrânia e Faixa de Gaza continuam no radar.

Como reflexo notamos baixa dos metais e alta do dólar frente a outras moedas.

O aguardado relatório de emprego nos Estados Unidos foi divulgado há pouco: foram criados 209 mil empregos em julho, ante previsão de 203 mil; a taxa de desemprego subiu para 6,2% ante previsão de 6,1%.

O índice de preços do PCE subiu 0,2% em junho/maio.

Renda pessoal e gastos com consumo subiram 0,4% em junho, conforme previsto.

Esse relatório era amplamente esperado pelo mercado.

Veremos ao longo do pregão como será precificado.

Observando o gráfico diário do Ibovespa, notamos um aumento considerável de volume ontem, quando tivemos uma forte desvalorização.

Enquanto abaixo de 55.900, o alvo imediato será 55.200-55.300.



Bons negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário