quinta-feira, 22 de maio de 2014

PMI chinês, decisão do STJ e pesquisas eleitorais no radar


Hoje a noite teremos uma nova pesquisa Ibope para a corrida presidencial revelada.

Certamente isso trará volatilidade para o mercado, especialmente para as empresas estatais.

Na agenda do dia taxa de desemprego às 9h00 no Brasil, pedidos de auxílio desemprego às 9h30, leading indicators e vendas de imóveis usados nos Estados Unidos às 11h00.

Nenhum balanço corporativo programado para hoje.

Bolsas na Europa e futuros americanos trabalhando de forma mista, sem uma tendência definida.

A decisão do STJ sobre a ação contra os bancos no caso dos planos econômicos nas décadas de 80 e 90 pesou fortemente ontem na etapa final do pregão.

Credit Suisse elevou a previsão de potenciais perdas dos bancos para R$ 89 BI após a decisão do STJ.

Na Zona do Euro, o PMI composto preliminar recuou para 53,9 em maio.

Na China, o PMI industrial medido pelo HSBC 49,7 em maio, de 48,1 em abril, porém continua abaixo de 50, indicando retração.

A bolsa de Xangai reagiu em com baixa e os metais operam majoritariamente em alta em resposta ao número.

gráfico diário do Ibovespa mostra uma longa sombra superior ontem, o que indica entrada de força vendedora.

Tem uma forte região de suporte entre 51.870 e 51.995.

Se for perdida em fechamento, a tendência de curtíssimo prazo será efetivamente negativa, com alvo em 50.800.


Bons negócios!

Wagner Caetano

Nenhum comentário:

Postar um comentário