quarta-feira, 23 de abril de 2014

PMI da China derruba as bolsas

Bolsas européias e mercado doméstico trabalham em leve queda, sob efeito do PMI industrial chinês, medido pelo HSBC, que subiu de 48 em março para 48,3 em abril, porém leitura abaixo de 50 indica contração.

Balanços de empresas norte-americanas estarão no radar dos investidores, especialmente nesse momento que o Dow Jones está próximo da máxima histórica mais uma vez.

Saberemos os números de gigantes como Facebook e Apple, por exemplo.

Na agenda do dia conheceremos o número de casas novas com compromisso de venda nos EUA às 11h e mais tarde, às 11h30, os estoques de petróleo.

No Brasil, o aguardado fluxo cambial será divulgado às 12h30 e será decisivo para a tendência de curto prazo do dólar.

Chama a atenção a semelhança do gráfico da Petrobras (PETR4), que capitaneou o movimento de alta do curto prazo e do míni-índice futuro (WINM14):



Bons Negócios!

Wagner Caetano
Cartezyan

Nenhum comentário:

Postar um comentário